Com mais de 12 milhões de assinantes, o Machinima é uma parte importante da história do YouTube e ajudou vários criadores a encontrar uma voz e o sucesso com o público. Assim, surgiu como uma grande surpresa a decisão da plataforma em deixar privados todos os seus vídeos na última sexta-feira (19) — o que torna impossível assisti-los.

Machinima

A decisão pegou de surpresa muitos criadores de conteúdo ligados à rede, que foi adquirida recentemente pela Otter Media. Além do Machinima, os vídeos de canais como Happy Hour, Respawn, Realm, Prime e Inside Gaming também se tornaram indisponíveis, conforme relatou Jeremy Azevedo, um ex-funcionário do Machinima.

Reestruturação geral

A reestruturação da rede de conteúdo começou em dezembro de 2018, quando a AT&T tornou ela parte da Otter Media, que tem em seu guarda-chuva nomes como VRV e Crunchy Roll. Os sinais de mudança já começaram a ser notados no começo de janeiro, quando criadores como Maximillian Dood foram “despedidos”, enquanto outros foram movidos para a Fullscreen, que também é um braço da Otter Media.

Em um comunicado enviado ao Kotaku, a companhia afirmou que está “focada em criar novos conteúdos com o time Machinima, que serão distribuídos em novos canais anunciados nos próximos meses”. Como parte da mudança, ela afirma que decidiu parar de distribuir “conteúdos de legado” de diversos canais sob sua operação — o que teve como consequência o “fim” de uma parte importante da história da internet.

Machinima tira do ar mais de 7 anos de conteúdo sem nenhum aviso via Voxel

Cupons de desconto TecMundo: