Cápsulas do tempo são recipientes que as pessoas enchem com diferentes objetos de qualquer natureza – geralmente algo representativo da época ou de valor sentimental – e colocam em algum lugar de difícil acesso para que passem lá um bom tempo antes de serem acessados novamente. O momento de abrir uma cápsula do tempo é sempre empolgante, pois é difícil imaginar o que podemos encontrar lá.

Pois uma dessas cápsulas do tempo foi aberta na Universidade de Shenandoah 25 anos depois de ter sido enterrada por seus alunos, e o que foi revelado é a cara dos anos 1990. Mostra uma realidade muito mais simples do que a de hoje, quando não havia internet e smartphones ainda eram dispositivos de filmes de ficção científica.

Direto do túnel do tempo

Certos objetos contidos na cápsula do tempo estavam danificados, como uma foto da visita à Suíça de alguns alunos onde podemos ver os majestosos penteados usados em 1993. Fitas cassete – que muita gente hoje na era do streaming não sabe nem o que é – também foram encontradas no recipiente, além de um disco dos Beatles, uma pequena escultura de um hipopótamo, um bonequinho do Ursinho Pooh e um dinossauro de brinquedo que remete ao lançamento do primeiro “Jurassic Park”.

O vídeo mostra o processo de abertura da cápsula do tempo e tudo o que foi encontrado nela. Confira:

Cupons de desconto TecMundo: