As microtransações presentes em jogos na atualidade podem ser verdadeiras armadilhas quando caem na mão das crianças. Prova disso é o caso do menino britânico Jayden-Lee, de 10 anos de idade, que gastou mais de US$ 1,5 mil dólares (mais de R$ 6 mil) comprando itens em Fortnite.

A sua mãe, Cleo Duckett, de 46 anos, afirma que o filho não sabia que estava comprando itens com dinheiro de verdade.

“Meu filho não entendia o que estava fazendo, ele só tem 10 anos. Ele usou meu cartão de crédito sem eu saber, digitou os dados em seu Xbox e comprou diversas jogos em Fortnite", comentou ao jornal Metro. "Ele não entendeu que isso era dinheiro de verdade, achou que estava ganhando créditos.”

Fortnite dinheiroCleo Duckett ao lado de seu filho, Jayden-Lee, que gastou mais de R$ 6 mil em Fortnite.

Fato é que, agora, ela terá que ficar sem nenhum dinheiro até a próxima semana, quando recebe novamente o seu benefício mensal — ela é cadeirante e portadora de poliomielite. “Eu sou uma mãe solteira e tenho que sobreviver cinco dias sem nenhum dinheiro”, lamentou Duckett.

Sem esperanças de reaver o dinheiro gasto pelo filho, a mãe pede aos responsáveis por Fortnite que deixem mais claro aos pais a possibilidade de seus filhos gastarem dinheiro de verdade dentro do jogo.

Cupons de desconto TecMundo: