O diretor dos filmes Guardiões da Galáxia, James Gunn, foi demitido pela Disney após diversas mensagens ofensivas publicadas no Twitter há anos voltarem a circular. Os tweets envolvem piadas sobre estupro e pedofilia, por exemplo.

James Gunn, atualmente, trabalhava na sequência Guardiões da Galáxia 3, com data de lançamento marcada para 2020

Segundo a Disney, as mensagens são “indefensáveis e inconsistentes” com os valores da empresa. Por outro lado, Gunn comentou o seguinte: “Muitas pessoas que seguiram minha carreira sabem que, quando eu comecei, eu me vi como um provocador ao fazer filmes e contando piadas que eram ultrajantes e tabus”.Gunn adicionou que hoje se enxerga de maneira diferente, “trabalhando no amor e na conexão, com menos ódio”.

“Para registro, quando eu fiz essas piadas chocantes, eu não as estava vivenciando”, finalizou o ex-diretor de Guardiões da Galáxia.

Cupons de desconto TecMundo: