YouTube Red, serviço pago da plataforma de streaming da Google, deve estrear nos cinemas em breve, com “Vulture Club”, dirigido pela iraniano-americana Maryam Keshavarz e estrelado pela premiada atriz estadunidense Susan Sarandon. A estratégia é a mesma de concorrentes como a Netflix e a Amazon Studios, que usa o investimento de parte de seu conteúdo exclusivo para ganhar publicidade e prestígio: ao chegar às salas de exibição, essas produções podem concorrer ao Oscar — coisa que Steven Spielberg condena.

“Vulture Club” narra a trajetória de uma enfermeira de pronto-socorro a qual os colegas de trabalho não sabem que seu filho jornalista é refém de terroristas. A chegada do filme no grande circuito acontece depois de debutar nas telinhas, para quem é assinante de YouTube Red. Ainda não há detalhes sobre a data de lançamento e os parceiros de distribuição e isso reforça a ideia de que a intenção é mesmo escolher algum conteúdo que possa chamar a atenção da Academia, mesmo que esses longas passem pouquíssimo tempo disponível para o público no grande circuito.

maryam keshavarzA diretora de "Vulture Club", a iraniano-americana Maryam Kesharvaz

O YouTube Red deve continuar investindo “centenas de milhões” em outras frentes, como “Bodied”, um drama baseado no cenário hip-hop, protagonizado por Eminem; e “Super Size Me 2: Holy Chicken!”, com Morgan Spurlock, que segue com sua batalha contra a comida fast-food em um documentário bem-humorado.

Cupons de desconto TecMundo: