O game Pokémon GO está passando por uma mudança considerável em seu mapa. Agora, em vez de usar como base os mapas fornecidos pelo Google Maps, o jogo vai ter como base as informações fornecidas por um serviço open source de colaboração coletiva chamado OpenStreetMap.

As mudanças já foram relatadas por usuários desde a semana passada, portanto, trata-se de uma mudança gradual, por isso você pode ainda não ter reparado nenhuma mudança. Usuários europeus e asiáticos já passaram pelas alterações e agora chegou a hora dos Estados Unidos e América do Sul. Em alguns casos, os mapas ficaram muito mais detalhados, em outros, esse nível diminuiu e o game passou a mostrar cenários quase vazios.

mapaComparação entre os mapas do Google Maps e do OpenStreetMap

Todo mundo pode ajudar

A mudança de fonte de mapa não vai alterar a localização de PokeStops, Ginásios ou outras estruturas do jogo

Isso acontece porque a plataforma OpenStreetMap é colaborativa e depende das informações de usuários sobre os locais para funcionar. Uma das vantagens é que os próprios usuários podem relatar alterações e elas são refletidas quase que imediatamente no mapa, enquanto que o Google Maps deveria lançar uma nova atualização para mostrar qualquer mudança.

A mudança de fonte de mapa não vai alterar a localização de PokeStops, Ginásios ou outras estruturas do jogo. Vale lembrar também que o Pokémon lendário Ho-Oh vai estar disponível por mais 48 horas nos ginásios para que os treinadores tentem capturá-los. Esse evento vai rolar até o dia 14 de dezembro, às 19h no horário de Brasília.

E você, já recebeu essa mudança no seu Pokémon GO? Caso tenha recebido, conte para nós nos comentários como ficou e se você gostou ou não dessa alteração.

Cupons de desconto TecMundo: