A NASA colocou em órbita no último domingo (12) a primeira ‘nação espacial’. Trata-se de Asgardia, um “reino espacial” composto por um único satélite que tem aproximadamente o tamanho de uma caixa de leite longa vida. O Asgardia-1 partiu do Wallops Flight Facility, localizada em Virgínia, nos Estados Unidos, e marca o primeiro território soberano enviado da Terra para o espaço.

Apesar do tamanho diminuto, o novo país soberano que agora flutua pelo espaço já conta com mais de 300 mil “cidadãos” que se inscreveram online para fazer parte do Reino Espacial de Asgardia. E qual a vantagem disso? Ao se tornar um cidadão desta nação soberana, é possível enviar armazenar dados ali, mantendo tudo a quilômetros de distância da Terra (mas, obviamente, todo o conteúdo ainda está sujeito às leis daqui, mais especificamente às leis cibernéticas austríacas).

Em termos práticos, não há como Asgardia ser uma nação, visto que não há como pessoas habitarem o espaço ocupado por ela. Contudo, a ideia é que isso mude no futuro: em longo prazo, os idealizadores do projeto esperam transformar o satélite em uma colônia espacial na Lua ou mesmo em locais ainda mais distantes da Terra.

AsgardiaAqui reside o Reino Espacial de Asgardia.

Em curto prazo, Asgardia permanecerá acoplada à espaçonave Cygnus, que aportará na Estação Espacial Internacional na manhã desta terça-feira (14). Ela permanecerá lá durante um mês para, depois, ser colocada em uma órbita de maior altitude. Quem sabe em um futuro não muito distante essa pequena iniciativa possa ser vista como mais um passo de uma vasta expansão humana rumo ao desconhecido.

Por enquanto, o Reino Espacial passa pelo seu primeiro processo eleitoral por meio do qual os seus cidadãos elegerão os parlamentares. Qualquer pessoa cadastrada como cidadão pode selecionar um distrito e se candidatar, então, aproveite.

Asgardia

Cupons de desconto TecMundo: