Quando Kevin Spacey foi denunciado por diversas pessoas sobre assédio sexual, a Netflix agiu de maneira correta: não passou um pano e demitiu o cara. Agora, após relatos de conduta sexual inapropriada também chegarem até o comediante Louis C.K, a Netflix cancelou a produção de um segundo especial de standup que seria gravado neste ano.

O comportamento antiprofissional e inapropriado de Louis com colegas mulheres nos levaram a não produzir um segundo especial

Com esta ação, a Netflix age de acordo com a HBO e a distribuidora Orchard, que também cortaram laços com o comediante, segundo a Variety.

O primeiro especial de comédia em pé de Louis C.K. foi lançado em abril deste ano. "As alegações feitas por diversas mulheres ao New York Times sobre o comportamento de Louis são perturbadoras", comentou um porta-voz da Netflix. "O comportamento antiprofissional e inapropriado de Louis com colegas mulheres nos levaram a não produzir um segundo especial de standup que estava planejado".

Em uma carta de desculpas, Louis C.K. finalizou dizendo: "Eu trouxe dor para minha família, meus amigos, minhas crianças e minha mãe".

Cupons de desconto TecMundo: