Apesar de estar muito longe de ser produzido, o conceito Line Phone – vencedor da Furong Cup 2010 na categoria Produto Digital e Design de Serviço – traz uma visão muito diferente, e bem mais longa, de como deve ser um celular no futuro.

O controle pela tela e também pelas laterais é um dos grandes destaques do projeto, mas ainda falta muito para que isso não resulte em problemas como abrir aplicativos ou realizar outras ações só por pegar o celular no bolso, por exemplo. Ainda assim, o funcionamento do aparelho – que pelo ícones exibidos no vídeo rodaria Android – é bastante interessante.

Como o Line Phone é um conceito, existe uma boa quantidade de exagero na demonstração em vídeo. A utilização de “Near Field Communications” (NFC, comunicação por campo de proximidade) é uma realidade para a transferência de arquivos, ainda que pouco difundida, mas daí a conseguir rodar o Photoshop apenas colocando 4 ou 5 aparelhos lado a lado é um pouco demais.

Outro ponto curioso é que, ao se unir vários aparelhos lado a lado, é possível utilizá-los como um monitor para jogos, com um outro Line Phone servindo de controle. Apesar de interessante, quem teria tantos aparelhos iguais só para poder jogar, se uma TV e um console de videogame resolvem isso de forma até melhor?

Mas tudo bem, a ideia é boa e conceitos como esse servem de inspiração para versões mais realistas dos aparelhos, e várias das características do Line Phone apresentadas no vídeo podem começar a aparecer em breve nos smartphones mais avançados.