Por muito tempo, a Apple manteve o discurso de que os usuários do iPhone não queriam uma tela grande porque o importante mesmo era mexer no celular com uma mão só. Depois de muita pressão da indústria e dos consumidores, a empresa mudou de opinião e vem lançando iPhones na variante “Plus” para agradar quem curte mais espaço na tela. Os dispositivos têm feito muito sucesso, mas há ainda muita gente que não consegue se decidir entre um e outro. Será que você deve comprar um iPhone 7 ou um iPhone 7 Plus?

Para ajudar você a sair de cima do muro, o TecMundo preparou este comparativo que mostra as principais diferenças entre os dois smartphones da Maçã. Dessa forma, talvez você consiga se decidir e trocar de celular em 2017.

O gêmeo que cresceu mais

O estilo de design nos dois iPhones é praticamente o mesmo, com algumas poucas alterações. A diferença mesmo fica por conta das dimensões do corpo desses aparelhos, que são bem diferentes. Um é um smartphone de tamanho mediano compacto, e o outro é algo que as pessoas poderiam chamar de “telha”, de tão grande. Afinal, existe quase uma polegada inteira a mais na tela do 7 Plus em comparação com a do iPhone 7.

Isso torna o manejo do modelo maior mais complicado. A maioria das interações que você terá com ele será feita com as duas mãos, e ele pode não caber muito bem em alguns bolsos, especialmente de roupas femininas. Isso fica ainda mais visível quando se usa capinhas muito grossas.

Mais espaço na tela

Mas as dimensões mais avantajadas do iPhone 7 Plus não trazem apenas pontos negativos. O smartphone consegue contar com um display de 5,5’’, contra apenas 4,7’’ no modelo comum, e, em minha opinião de jornalista de tecnologia, nenhum smartphone deveria ter menos que 5,0’’ de tela caso queira oferecer uma boa experiência para seu usuário. Por isso, só o iPhone 7 Plus seria realmente interessante nessa categoria.

Além disso, o display do modelo grande tem uma resolução muito superior e, mesmo sendo maior em tamanho, alcança mais densidade de pixels. Isso quer dizer que consumir qualquer conteúdo no 7 Plus é muito mais agradável.

Um gás extra

A quantidade de RAM é 50% maior no iPhone 7 Plus 

Em questão de especificações, os mais recentes iPhones da Apple são praticamente iguais. Contudo, há algumas distinções cruciais que a gente precisa considerar. A mais importante é a quantidade de RAM, que no iPhone 7 Plus é 50% maior. São 3 GB no modelo grande contra 2 GB no menor.

Isso não causa uma grande diferença na agilidade da interface ou no processamento de aplicações, mas garante muito mais capacidade de multitarefa. Ou seja, você consegue manter bem mais aplicativos e jogos abertos em segundo plano no 7 Plus, podendo voltar para eles sem ter que recarregar tudo de novo. Isso torna a experiência de uso mais interessante e agradável.

Mais tempo longe das tomadas

Em teoria, o iPhone 7 Plus deveria durar bem mais tempo longe das tomadas com sua bateria de 2.900 mAh. Contudo, como ele tem mais RAM, uma tela maior e resolução bem mais interessante, a sua eficiência energética é inferior à do iPhone 7 comum. Por isso, se você vai comprar o modelo maior por causa da autonomia de bateria, fique ciente de que, apesar da capacidade 30% maior, ele só tem 10% a mais de autonomia. Ou seja, a diferença é bem pequena entre os dois.

Fotos bem melhores

Se tem um ponto aqui que vai fazer você resolver comprar o 7 Plus em vez do iPhone 7, é a câmera. O sistema de câmera dupla na parte de trás do smartphone é bem superior ao sensor único do aparelho menor. Isso porque o conjunto de câmeras consegue fazer fotos sempre mais estáveis, com mais detalhes capturados e, muitas vezes, com cores mais vívidas também.

Existem algumas funções que só podem ser feitas com as câmeras do iPhone 7 Plus

Fora isso, existem algumas funções que só podem ser feitas com as câmeras do iPhone 7 Plus no ecossistema da Apple. Estamos falando do zoom óptico de duas vezes e o do modo retrato.

Com o primeiro, você consegue aproximar o assunto da foto sem perder qualidade. O segundo é um efeito que consegue borrar o fundo das imagens e deixar as pessoas em destaque. Ambos são frutos da diferença entre as lentes dos dois sensores, sendo que um conta com uma normal, e o outro com uma telefoto.

Seu bolso prefere o iPhone menor

O seu bolso vai ficar mais feliz se você comprar um iPhone 7 em vez do 7 Plus, isso em todos os sentidos que você pode imaginar para a frase. Ele cabe melhor fisicamente nesses compartimentos das suas roupas e também faz com que você economize R$ 600. Estamos falando aqui da diferença de preço: o iPhone 7 mais barato custa R$ 600 a menos que o iPhone 7 Plus mais em conta. Essa diferença se mantém consistente entre as versões correspondentes.

Mas eu tenho que ser sincero e dizer que nenhum dos dois é barato: o pequeno sai por no mínimo R$ 3.499 na loja oficial da Apple, e o maior fica na casa dos R$ 4.099. Claro que muita gente prefere comprar no exterior, mas a diferença de preço também existe lá fora.

Então qual vale mais a pena?

Com exceção desses detalhes que eu levantei, os dois iPhones que temos comparado aqui são basicamente iguais. Ambos estão à venda nas mesmas opções de cor e armazenamento. A qualidade de construção nos dois é a mesma, e você só consegue distinguir os aparelhos por conta dos detalhes na câmera e do tamanho.

O Plus certamente tem muito mais atrativos

Nenhum deles tem plugue para fones de ouvido, e o botão Home que não se move está presente em ambos. Também não há muitas diferenças no software, que só conta com algumas ferramentas a mais para acessibilidade e para lidar com a câmera mais elaborada no modelo grande.

Para falar a verdade, os únicos pontos que eu posso considerar negativos no iPhone 7 Plus em comparação com o iPhone 7 são o tamanho, que pode incomodar algumas pessoas num primeiro momento, e o preço, que é consideravelmente mais salgado. O Plus certamente tem muito mais atrativos e, na balança, ele consegue compensar o peso desses “defeitos” aí. Por isso, a minha escolha aqui seria o Plus.

E agora? Conseguiu decidir qual deles é melhor para você? Se você já comprou, conte aí nos comentários o que lhe convenceu a escolher um ou outro.