Jack Ma, fundador do Alibaba (Fonte da imagem: Reprodução/Bloomberg Business Week)

O Financial Times, uma das publicações econômicas mais importantes do mundo, revelou nessa semana a Personalidade do Ano de 2013 escolhida por sua equipe editorial: Jack Ma. O empresário chinês é o fundador do Alibaba, site de comércio eletrônico fundado há mais de dez anos que o tornou bilionário.

O Alibaba é, atualmente, o maior site de comércio eletrônico do mundo, com vendas superiores às do eBay e da Amazon combinadas. O poder de fogo da empresa é tão grande que o site sozinho representa cerca de 2% do produto interno bruto da China. Cerca de 80% das transações de comércio eletrônico na China são realizadas através do Alibaba.

Apenas o começo

Sede do Alibaba Group, em Hangzhou, na China (Fonte da imagem: Reprodução/O Globo)

O que mais surpreende nessa história é que isso pode ser apenas o começo, considerando que metade da China ainda não usa internet. O país em breve ultrapassará os EUA como maior mercado de comércio eletrônico do mundo, com 600 milhões de pessoas conectadas na rede.

E mais: o Alibaba está se preparando para vender suas ações em uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) em escala global, com previsão de avaliação em mais de 100 bilhões de dólares. É monstruoso.

Uma ideia original

Weibo: o microblog que copiou o conceito do Twitter (Fonte da imagem: Reprodução/Folha de S.Paulo)

Jack Ma foi eleito pelo Financial Times como Personalidade do Ano porque, segundo a publicação, ele personifica a internet na China, com todo o seu potencial e suas contradições. "Em uma nação cujo sucesso foi construído em grande parte com ideias de negócio desenvolvidas em outros lugares, o Sr. Ma é um verdadeiro inovador" afirma o jornal.

De acordo com o FT, os contemporâneos de Ma na maioria das vezes copiam modelos de negócios para criar versões chinesas de empresas ocidentais, como a “Amazon da China”, “Twitter da China” ou “Google da China”. Mas quando o empresário lançou o Alibaba em seu apartamento em 1999, esse tipo de site de comércio não existia.

Agora o foco é outro

Poluição na China apresenta níveis alarmantes (Fonte da imagem: Reprodução/NY Daily News)

Entretanto, Jack Ma agora tem um novo objetivo: financiar o crescimento chinês, em um setor completamente dominado pelo Estado. Isso mostra que suas ambições vão muito além do varejo online. O diretor-presidente do Alibaba agora quer se dedicar a resolver alguns dos maiores problemas da China – em especial o eminente desastre ambiental que domina o país.

Em entrevista ao FT, ele afirmou: “Na China, por causa de problemas na água, ar e segurança alimentar, em 10 ou 20 anos vamos enfrentar uma série de problemas de saúde, como o aumento do câncer. Então, essa é uma área em que eu vou investir meu tempo e dinheiro”.

Jack Ma também assegurou que seu segundo foco é a cultura e a educação das pessoas. “Se não fizermos isso, os jovens chineses vão crescer com `bolsos profundos`, mas com `mentes superficiais`”, concluiu.

Cupons de desconto TecMundo: