“Steve Jobs”, o mais recente filme inspirado no cofundador da Apple e estrelado pelo ator Michael Fassbender, pode até ter sido muito elogiado pelos críticos, porém foi considerado um fracasso nesse primeiro final de semana.

Estreando em oitavo lugar, o longa só foi capaz de faturar US$ 7,3 milhões – valor extremamente abaixo do esperado pelos produtores. De acordo com a Variety, o custo do filme foi de US$ 30 milhões, valor que sobe para mais de US$ 60 milhões se incluirmos os custos de marketing e de divulgação.

Essa recepção tão fria é bastante surpreendente, visto que, além de estrelar Fassbender, o filme é roteirizado por Aaron Sorkin, que também esteve envolvido com o roteiro de “A Rede Social” – filme sobre o cofundador do Facebook (Mark Zuckerberg) e que foi um verdadeiro sucesso, com faturamento de mais de US$ 22 milhões no final de semana de estreia.

Para complementar, temos o vencedor do Oscar, Danny Boyle, na direção do filme – algo que também confere, ou deveria conferir, mais apelo à produção. “Steve Jobs” é lançado dois anos após “Jobs”, estrelado por Ashton Kutcher, também amplamente criticado, porém de modo negativo (e que fez US$ 6,7 milhões na semana de estreia). Além disso, já sabemos que a viúva de Jobs foi totalmente contra o projeto do filme, temendo que a produção pintasse um Steve Jobs que não corresponde à realidade. Tim Cook também não foi favorável ao projeto.

Seja como for, e independente do sucesso ou não nas bilheterias, Michael Fassbender disse recentemente no The Tonight Show Starring Jimmy Fallon que é impressionante ver o tamanho do impacto que Jobs teve em nossas vidas e como muitos ainda se lembram dele. E você, vai ver “Steve Jobs” nos cinemas? O filme deve estrear no Brasil em 21 de janeiro de 2016.

Cupons de desconto TecMundo: