Manter superfícies secas pode não apenas deixar algumas roupas impermeáveis. Acontece que a busca por um material capaz de repelir água tem o objetivo de beneficiar outras instituições além das indústrias têxtis. Autolimpeza e resistência a congelamentos, por exemplo, são algumas das vantagens que materiais impermeáveis podem oferecer.

Motivados por todas essas possibilidades, cientistas do mundo todo têm tentado desenvolver superfícies resistentes à água. Eis então que, em estudo publicado pela revista Nature, um novo material capaz de repelir cada gotícula fora revelado.

De acordo com os criadores desta promissora superfície artificial, o sucesso do material se dá em função de uma alteração em nível macro de textura. O processo de hidrodinâmica, assim, ficou mais eficaz – o que facilita a redistribuição de massa de água.

Também conforme afirma a publicação, o repelente de água recém-desenvolvido está para além das possibilidades previamente existentes. Os inventores da superfície usaram como fonte de inspiração de design dois dos melhores materiais impermeáveis do planeta: os formatos de folhas de lótus e de asas de borboletas.

Ao contrário do efeito provocado pela maioria das superfícies artificias capazes repelir água, este novo material não reduz o contato entre ambos os matérias – conforme demonstra o GIF inserido logo acima deste parágrafo, a hidrodinâmica da descoberta funciona à base de inércia.

Nós demonstramos teórica e experimentalmente que esta abordagem nos permite reduzir – abaixo do que se julgava possível – o tempo de contato total entre uma `gota-d’água` e uma superfície, informa ainda o estudo publicado nesta semana.

Cupons de desconto TecMundo: