Com a chegada do furacão Florence à costa leste dos Estados Unidos, ventos de até 150 km/h devem provocar enchentes em vários pontos da região, o que levou pelo menos cinco estados norte-americanos a declararem situação de emergência. Quase 5 milhões de pessoas devem ser afetadas por fortes chuvas nos próximos dias, e houve ordem de retirada para pelo menos 1,7 milhão delas.

Contudo, mesmo com o uso de inúmeros gráficos e mapas, pode ser difícil demonstrar exatamente o nível do impacto que uma tempestade assim terá nas cidades. É por isso que o Weather Channel, canal de televisão paga dedicado à previsão do tempo, utilizou efeitos especiais criados com a ajuda da empresa de realidade aumentada The Future Group para demonstrar os efeitos do furacão. Assista abaixo.

Um dos aspectos mais impressionantes é como ele combina os efeitos – que foram criados na Unreal Engine, motor gráfico utilizado em diversos videogames – com o apresentador do programa, empregando a tecnologia conhecida como realidade misturada para mostrar os perigos que uma pessoa pode enfrentar quando o nível da água se aproxima da marca dos 3 metros.

Nessa situação, casas inteiras serão inundadas, carros podem ser arrastados pelas ruas, e fios elétricos expostos apresentam riscos para quem está nas proximidades. Apesar de ter perdido força – o Florence chegou a ter ventos de 200 km/h antes de chegar aos Estados Unidos –, as autoridades locais afirmam que a situação continua sendo considerada como “potencialmente fatal”.