Aproveitando o dia de coletivas nesta terça-feira (3) antes da abertura oficial das portas da CES 2017, a Qualcomm revelou todos os detalhes de seu próximo chip de ponta, o Snapdragon 835. A novidade é o primeiro processador de 10 nm da empresa e foi pensado para utilização não apenas em smartphones top de linha, mas também em dispositivos de realidade virtual e aumentada. E aparelhos com o componente devem chegar já no primeiro semestre de 2017.

O Snapdragon 835 conta com uma CPU Kryo 280 octa-core, com quatro núcleos rodando a 2,45 GHz e outros quatro a 1,9 GHz. Com relação à geração anterior, a fabricante afirma que o novo chip é “melhor em todos os aspectos”, ocupando 35% menos espaço e consumindo 25% menos energia que o 820. O novo processador também vem com a tecnologia Quick Charge 4 da Qualcomm, o que a companhia diz garantir cinco horas de bateria a um celular com apenas 5 minutos de carga.

Conteúdo imersivo de qualidade

A empresa afirma que a vida da bateria foi somente um dos cinco aspectos nos quais ela se focou para produzir o 835, somando-se a sua capacidade de imersão, qualidade de câmera, conectividade e segurança. Desses quatro itens, o primeiro se refere à utilização do chip para permitir melhorias em VR e AR tanto em aparatos que utilizam celulares, como o Gear VR, quanto óculos independentes.

O novo chip da Qualcomm também vai aparecer em dispositivos VR e AR independentes de celulares

Com sua GPU Adreno 540 e o resto de seu poder de fogo, o processamento gráfico do Snapdragon 835 é 25% mais rápido do que o do antecessor. Além disso, ele consegue produzir 60 vezes mais cores, dá suporte a vídeos 4K Ultra HD premium (com HDR10), áudio tridimensional e displays de 10 bits com ampla gama de tonalidades.

Somando-se a essa experiência mais imersiva, os dispositivos que contarem com o chip conseguirão oferecer capacidades maiores com relação às suas câmeras, tanto para fotos quanto para gravações. A Qualcomm implementou tecnologias embutidas de zoom ótico suave, foco automático rápido e HDR com cores fiéis à realidade. O sistema Spectra 180 de processamento de sinal de imagem permite o uso de sensores únicos de até 32 MP ou duplos de 16 MP.

Mais velocidade e segurança

No que diz respeito à conectividade, o Snapdragon 835 virá integrado com um modem X16 Gigabit Class LTE e rádio WiFi 2X2 802.11ac embutido (com a versão superior 802.11ad como opcional). Dessa forma, o chip é o primeiro da empresa a integrar formas de garantir conexões rápidas à internet tanto em casa quanto fora dela, permitindo que ocupe ainda menos espaço no interior de dispositivos e consuma menos energia.

Por fim, o foco no critério segurança levou a Qualcomm a incluir na CPU o reconhecimento de impressões digitais, leitura de íris e faces para o desbloqueio e autenticação de aparelhos. Assim, as produtoras de smartphones e outros tipos de dispositivos terão mais facilidade na hora de incluir essas capacidades de proteção nos seus produtos.

A empresa garante que o Snapdragon 835 é melhor que o antecessor em todos os aspectos

Concluindo a enxurrada de informações sobre seu novo chip, a empresa revelou que ele já está em produção e deve começar a chegar em produtos no mercado ainda na primeira metade de 2017. Não foram revelados quais modelos de smartphones serão os pioneiros com a novidade, mas alguns deles certamente já devem dar as caras na MWC deste ano, que acontece entre 27 de fevereiro e 2 de março em Barcelona.