Talvez você nem se lembre mais, mas houve um tempo em que os celulares eram controlados apenas pelo teclado numérico — aquele mesmo que você ainda pode ver no telefone sem fio da sua casa. Pois é... Os aparelhos não foram equipados com telas sensíveis ao toque desde o início dos tempos. Mas qual teria sido o pioneiro neste mercado que hoje é tão abrangente?

A resposta não vem de Apple, Motorola, Samsung e Sony, nem de BlackBerry. A primeira fabricante a trabalhar com esta inovação foi a IBM, que em 1994 colocou no mercado o IBM Simon Personal Communicator — conhecido apenas como IBM Simon. Vale dizer que o aparelho já era testado desde 1992, quando foi apresentado sob o nome de IBM Angler.

O IBM Simon

Ele contava com tela resistiva de 4,5 polegadas e era totalmente monocromático, funcionando basicamente por acesso a atalhos — com uma estrutura bem similar à vista em PDAs, uma vez que essa era a grande inspiração da fabricante naquele momento. Isso significa que não existiam apps dinâmicos como os atuais, que podem ser instalados de um modo simples e direto.

Por padrão, o Simon trazia agendas de contatos, calendários, agendas, relógio mundial, bloco de notas, anotações para escrita à mão (com a caneta Stylus) e um teclado para a digitação de pequenos textos. Também era possível instalar aplicativos de terceiros por meio da inserção de cartões PCMCIA ou diretamente na memória interna — mas nada de Angry Birds, eram apenas apps profissionais.

Vale mencionar ainda que o sistema operacional era totalmente baseado em DOS. Mesmo assim, em vez de usar prompts de comando, o aparelho permitia a visualização de interfaces gráficas dinâmicas.

Sucesso do “primeiro smartphone do mundo”

Apesar de o termo “smartphone” só ter sido cunhado em 1995, o Simon da IBM também é considerado o primeiro aparelho deste segmento, graças à integração entre funções de palmtops e celulares comuns. Ou seja: ele foi o primeiro celular a mesclar funcionalidades de chamadas em redes móveis com aplicações profissionais e comerciais de PDAs.

Entre agosto de 1994 e fevereiro de 1995, cerca de 50 mil unidades do Simon foram vendidas. Uma excelente marca para a época e um número impressionante se analisarmos o hardware que ele apresentava e o compararmos com os dispositivos de hoje.

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Datalight ROM-DOS
  • Tela: 4,5 polegadas de LCD monocromático
  • Resolução de tela: 160x293 pixels
  • Processador: Vadem  16-bit x86-compatible
  • Clock de processamento: 16 MHz
  • Memória RAM: 1 MB
  • Memória de armazenamento: 1 MB
  • Dimensões: 20 cm x 6,4 cm
  • Espessura: 3,8 cm
  • Peso: 510 gramas

.....

Você já conhecia o IBM Simon? Qual é a importância dele no mercado? Comente no Fórum do TecMundo