Já passou da hora de trocar o seu smartphone, mas o orçamento vive apertado e dificulta qualquer pensamento em comprar um novo aparelho? Pois então você precisa conhecer alguns dispositivos que podem ser comprados por valores mais baixos do que os principais do mercado — que podem custar até R$ 3.000. Estamos falando de aparelhos que custam entre R$ 400 e R$ 1.000.

E não pense que dispositivos nessa faixa de preço são ruins, pois estamos falando de modelos que prometem resultados excelentes. Conheça estes celulares agora mesmo e prepare as planilhas para fazer o seu novo orçamento. Será que o seu próximo smartphone está na nossa lista?

Os grandes concorrentes

Estes smartphones não são considerados os tops de linha do mercado, mas conseguem desempenhar qualquer função sem qualquer problema. Por preços um pouco mais baixos do que os vistos nos flagships, garantem desempenho e recursos impressionantes para os consumidores. Confira agora quais são os principais disponíveis no mercado brasileiro.

Xperia M2 Aqua: R$ 899

O Xperia M2 Aqua da Sony é bem similar ao M2 comum, mas conta com um recurso bem interessante para os consumidores mais desastrados: ele é impermeável e apresenta resistência à água com bastante eficiência — podendo até mesmo ser usado em banheiras ou piscinas, de acordo com a própria fabricante. No Brasil, é possível encontrá-lo até por menos que isso, mas o preço médio é de R$ 899.

Este aparelho da Sony é equipado com processador Qualcomm Snapdragon 400 quad-core com clock de 1,2 GHz — o mesmo visto em diversos aparelhos que estão nesta seleção. Ele ainda oferece câmera de 8 MP para fotografias com bons resultados e 1 GB de memória para o carregamento de aplicativos em segundo plano sem qualquer problema.

ASUS ZenFone 6: R$ 999

Aqui no mercado brasileiro, a ASUS ainda está se estabelecendo como uma fabricante de portáteis — tentando atingir os mesmos patamares que possui como fabricante de hardware para computadores. E se ela faz isso com o ZenFone 2 no segmento dos smartphones de alto desempenho, também age nas camadas de aparelhos intermediários. Um dos grandes exemplos é o ZenFone 6.

Como o próprio nome diz, ele traz tela de seis polegadas para os consumidores, oferecendo ainda resolução de 1280x720 pixels. No hardware ainda estão 2 GB de memória RAM e um processador Intel Atom dual-core de 1,6 GHz. A câmera integrada é de 13 megapixels e ainda conta com tecnologia PixelMaster. Tudo isso pode ser encontrado no mercado brasileiro por cerca de R$ 999.

Moto G (segunda geração): R$ 799

Lançada pela Motorola no final do ano passado, a segunda geração do Moto G tem feito bastante sucesso no mercado brasileiro. Ele traz o design bem similar ao visto na versão anterior do dispositivo, mas o hardware foi atualizado para se integrar melhor às funções executadas pelo sistema operacional Android Lollipop. Há como encontrar ele a partir de R$ 699, mas o preço médio é de R$ 799.

O processador é o mesmo Qualcomm Snapdragon 400 quad-core com clock de 1,2 GHz visto no Xperia M2 da Sony. Ele possui duas versões diferentes no mercado brasileiro: uma com 8 GB de memória interna e outra com 16 GB. Também existe uma versão especial que conta com TV Digital integrada, sendo que o preço não se altera muito em relação à versão básica.

Positivo Octa X800: R$ 929

No começo deste ano, a Positivo lançou o primeiro smartphone brasileiro a ser equipado com processador octa-core: o Octa X800. No caso, trata-se de um chip MediaTek MT6592, que oferece clock máximo de processamento de 1,4 GHz. Ele ainda oferece 1 GB de memória RAM e duas opções de armazenamento interno: 8 GB ou 16 GB, sendo que os valores para eles são R$ 899 e R$ 949, respectivamente.

Um dos grandes destaques dele está nas opções de cores oferecidas pela fabricante — branco, preto ou dourado. Há ainda outro detalhe no design do aparelho: ele surgiu bem diferente de outros smartphones produzidos anteriormente pela Positivo Informática, ganhando alguns elogios na mídia especializada por conta das mudanças.

Lumia 640 XL: R$ 999

Você já deve imaginar, mas o Microsoft Lumia 640 XL tem esse nome por se tratar de uma versão “super-grande” (Extra-Large, na sigla em inglês) do aparelho Lumia 640. E isso faz muito sentido, ainda mais quando notamos que o aparelho possui tela de 5,7 polegadas (com resolução de 1280x720 pixels). Mesmo assim, o dispositivo possui apenas 171 gramas.

Um dos pontos mais impressionantes deste aparelho está na bateria de 3.000 mAh, que garante autonomia para longos períodos de utilização. Mas o hardware também ganha bons pontos pelo conhecido processador Qualcomm Snapdragon 400 quad-core com clock de 1,2 GHz. Este smartphone da Microsoft conta com sistema operacional Windows Phone 8 e custa cerca de R$ 999.

Galaxy S5 Mini: R$ 999

A Samsung costuma apresentar as versões “mini” de seus principais aparelhos alguns meses depois do lançamento do modelo principal. Foi assim que surgiu o Galaxy S5 Mini, com tela de 4,5 polegadas e resolução de 1280x720 pixels — algo bem interessante para a reprodução de conteúdos multimídia, como vídeos, fotografias e jogos. Ele surgiu por R$ 1.199, mas atualmente o preço médio é de R$ 999.

Este é o único aparelho desta seleção a utilizar processador Exynos — fabricado pela própria Samsung. E o modelo trazido é o Exynos 3, que conta com quatro núcleos de processamento e garante clock de até 1,4 GHz. O hardware também tem destaque na memória RAM de 1,5 GB e nos 16 GB de armazenamento disponíveis. Os recursos especiais do Galaxy S5 (S Health, S Note e afins) também estão disponíveis.

Samsung Galaxy A3: R$ 999

Para quem não quer investir na linha Galaxy S, a Samsung lançou uma série de aparelhos Android com design um pouco diferente e recursos mais voltados ao mercado intermediário. Estamos falando na linha Galaxy A, que traz algumas funcionalidades bem interessantes para todos — incluindo uma boa autonomia de bateria e funcionalidades de software.

Ao contrário do Galaxy S5 Mini, o Galaxy A3 não usa processador próprio da Samsung. Ele conta com o chip Qualcomm Snapdragon 410 quad-core, com clock de 1,2 GHz. A memória RAM de 1 GB é bem importante para os recursos de multitarefas e outro destaque está na câmera traseira do aparelho, que vem conseguindo bons elogios em reviews realizados em todo o mundo.

Tem mais barato, TecMundo?

Tem sim, leitor. Além dos aparelhos que mostramos acima, também há uma série de dispositivos que custam menos de R$ 700 e que também oferecem ótimos resultados para os consumidores — apesar de serem um pouco mais limitados, é claro. Confira agora quais são os mais legais do mercado brasileiro.

Lumia 635: R$ 429

Um dos modelos mais baratos que podem ser encontrados no mercado atualmente é o Lumia 635 da Microsoft. O aparelho conta com um design bem similar ao visto em outros modelos da mesma linha produzida pela empresa de Redmond — e que já vinha sendo adotado ainda na fase Nokia. Ele surgiu no mercado com o preço de R$ 599, mas hoje é possível encontrá-lo por R$ 429 sem dificuldades.

Apesar de ele possuir câmera traseira com 5 megapixels e tecnologia de processamento já conhecida da linha Lumia, vale dizer que este dispositivo surge sem câmera frontal. O hardware dele ainda conta com o Qualcomm Snapdragon 410 quad-core (clock de 1,2 GHz) e 512 MB de memória, havendo uma versão com 1 GB. O armazenamento é de 8 GB e o sistema operacional é o Windows Phone 8.

ASUS ZenFone 5: R$ 599

O ASUS ZenFone 5 é um dos aparelhos Android com melhor relação custo-benefício da atualidade. Ele veio para o Brasil ao mesmo tempo que o ZenFone 6, mostrando que a fabricante taiwanesa está realmente investindo no mercado daqui — lembrando que vários outros aparelhos ainda deve surgir por aqui nos próximos anos. Ele pode ser comprado a partir de R$ 599.

O dispositivo conta com tela de 5 polegadas e resolução de  1280x720 pixels, sendo que  o processador é um Intel Atom Clover Trail Plus (Z2560). Existem duas versões deste smartphone no mercado, uma com 8 GB e outra 16 GB de armazenamento, sendo que ambas contam com 5 GB de armazenamento gratuito no ASUS WebStorage. Destaque para a interface Zen UI, que é mais leve do que algumas concorrentes.

Positivo X400

Assim como nos smartphones intermediários de custo mais alto, nos de baixo custo também trouxemos um modelo brasileiro. Trata-se do Positivo X400, que conta com tela de 5 polegadas e processador quad-core da MediaTek (com clock de processamento de 1,3 GHz). Ele ainda possui 512 MB de memória RAM e 4 GB para o armazenamento de dados (com expansão por cartão).

O preço oficial do Positivo X400 é de R$ 549, mas é possível encontra-lo a preços mais baixos em diversas grandes lojas do varejo nacional. De acordo com a fabricante, o destaque para o dispositivo fica por conta da câmera frontal de 5 megapixels, que é ideal para quem adora capturar selfies para compartilhar nas redes sociais.

Lumia 730: R$ 549

Outro aparelho Windows Phone a chegar ao mercado brasileiro por preços bem acessíveis é o Lumia 730, também produzido pela Microsoft. Ele foi lançado no Brasil no final do ano passado pelo preço de R$ 699 e hoje já pode ser encontrado por R$ 549 — em uma edição especial brasileira que conta com uma capa personalizadas na cor laranja para a tampa traseira do aparelho.

Os destaques deste smartphone estão na câmera frontal de 5 MP e na tela de 4,7 polegadas, que garante excelentes imagens em resolução de 1280x720 pixels. Assim como a maioria dos celulares mostrados nesta seleção, o processador do Lumia 730 é o Qualcomm Snapdragon 400 quad-core (também com clock de 1,2 GHz). Ele ainda conta com 8 GB de memória de armazenamento e mais 15 GB de espaço nas nuvens pelo OneDrive.

Moto E (segunda geração): R$ 529

A aposta da Motorola para o mercado de aparelhos de baixo custo é o Moto E (segunda geração), lançado no início deste ano. O aparelho pode ser encontrado por preços que se iniciam nos R$ 499, mas o valor mais encontrado é o de R$ 529 — na versão com conectividade 3G, sendo que há modelos um pouco mais caros com internet 4G e também com Televisão Digital integrada.

Para o processamento das informações, a Motorola investiu no Qualcomm Snapdragon 200, que assim como o 400 é quad-core e possui clock de 1,2 GHz, mas apresenta desempenho um pouco inferior. Além disso, ainda existem 8 GB para o armazenamento de dados e mais 1 GB de memória RAM. Um dos pontos altos dele está no Android Lollipop, pois poucos aparelhos nesta faixa de preço contam com o sistema atualizado.

.....

Como você pode ver, existem muitos smartphones de altíssima qualidade e que ficam bem longe do valor cobrado pelos principais flagships da atualidade. Qual é o seu celular favorito? Você conseguiu encontrar o seu próximo smartphone nesta lista ou ainda precisa pesquisar um pouco mais?