Empresas de cartão de crédito são conhecidas por gerar dor de cabeça para seus clientes, mas parece que a ContaSuper extrapolou os limites nesta semana. Um de seus clientes, chamado William Antunes Severino, morador de Caçu-GO, recebeu em casa um cartão de crédito que não pediu e, para completar o infortúnio, seu nome estava escrito errado.

Não apenas estava errado, mas, no lugar do sobrenome, o xingamento “Filho da P*ta” aparecia. O cliente, indignado, obviamente, contatou o jornal Extra para relatar o ocorrido:

“Sou cliente há um bom tempo dessa empresa. Não tem cabimento! Não sei se foi uma brincadeira de mau gosto, mas o banco não poderia emitir um cartão dessa maneira”, disse William ao jornal.

Aparentemente, ele não sabe por qual razão a empresa ou algum funcionário faria algo do tipo. Ele não explicou se teve alguma discussão com algum atendente de telemarketing, situação que poderia resultar no tal insulto.

“Quero ouvir a versão da empresa, mas ninguém atende, e nada justifica. Uma coisa é um nome errado, mas nunca ouvi falar em um absurdo desse tipo. O banco tem meus dados e até cópias dos meus documentos. Como erram assim? Estou indignado com essa situação constrangedora”, completou.

A resposta

A ContaSuper tentou se explicar ao Extra, mas parece não saber exatamente o que aconteceu até o momento. Confira a nota oficial.

"A Super lamenta o ocorrido e esclarece que o processo de personalização de cartões da ContaSuper dá ao cliente a liberdade de escrever, mediante o uso de senha pessoal, o nome pelo qual quer ser chamado. Ainda assim, uma ferramenta de verificação automática evita a impressão de termos impróprios. Este sistema sofreu um problema temporário, que já foi resolvido".

Você já foi insultado por alguma empresa de cartão de crédito? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: