A União Europeia aprovou planos de instalar nos veículos fabricados a partir de 31 de março de 2018 dispositivos que fazem chamadas de emergência automaticamente em caso de acidentes. O sistema se chama eCall e será acionado sempre que acontecer um incidente em que requeira a liberação dos airbags.

O eCall estabelece um canal de áudio e envia automaticamente para serviço de emergência dados como o tipo do veículo, a localidade e o horário do acidente. A ideia é diminuir o tempo de resposta em 40% nas cidades e em 50% no interior.

O sistema será um serviço público, livre de taxas para todos os cidadãos, independentemente do tipo do veículo ou seu preço. As montadoras devem instalar o dispositivo em todos os carros de passeio e vans leves fabricados a partir de 31 de março de 2018, com um custo estimado de 100 euros por unidade. Quem quiser colocar um desses por conta própria deve pagar mais do que isso.

Em 2014, houve 25,7 mil fatalidades nas autoestradas europeias. Com o eCall, as autoridades avaliam que poderão salvar 2,5 mil vidas por ano. No entanto, alguns integrantes do parlamento europeu se opõem à ideia. Para Claire Perry, ex-Ministra dos Transportes do Reino Unido, os benefícios de tornar o sistema obrigatório não justificam os custos. Já a Associação Européia Europeia das Montadoras é a favor do projeto.