Na última quarta-feira (26), a companhia Drayson Racing Technologies anunciou que encaminhou à Federação Internacional do Automóvel (FIA) o pedido para o reconhecimento daquele que deve ser o novo recorde mundial de velocidade entre os veículos elétricos e híbridos.

O modelo Lola Drayson B12/69 EV é um protótipo criado especialmente para disputar uma das corridas de resistência mais renomadas do mundo: as 24 horas de Le Mans.

Em uma pista preparada para que automóveis atinjam elevadas velocidades, o carro da empresa do Reino Unido ultrapassou os 204,185 mph — o equivalente a 328,603 km/h. Com isso, o recorde de até então de 175 mph dessa categoria, realizado pela Battery Box General Electric, foi deposto depois de quase 40 anos.