(Fonte da imagem: Autoblog)

Uma nova tecnologia desenvolvida na Escola Politécnica de Montreal promete revolucionar a maneira como controlamos funções básicas de um automóvel. Os pesquisadores acreditam que tecidos inteligentes vão substituir as populares telas sensíveis ao toque, permitindo usar carpetes e outros revestimentos para destrancar portas ou diminuir o volume do som, por exemplo.

Tudo isso será possível através de um novo produto, constituído por uma fibra flexível baseada em polímeros que pode ser incorporada a tecidos convencionais. Em essência, a novidade funciona da mesma maneira que displays capacitivos, respondendo a toques e gestos quando correntes alternadas passam pelo material.

A tecnologia permite incorporar diversas funções extras a objetos como assentos ou carpetes, possibilitando a eliminação completa de botões convencionais. Passar o dedo na lateral de um banco para ajustar o suporte lombar ou abrir o porta-luvas através de um toque no painel são exemplos das comodidades proporcionadas pela novidade.

Interesse da BMW

Uma das vantagens do produto é a possibilidade de limpá-lo da mesma forma que um tecido convencional, facilitando seu uso em diversos locais. Além das montadoras de automóveis, fabricantes de móveis também podem se aproveitar da fibra para construir sofás ou cadeiras capazes de se conectar a televisores ou computadores.

Entre os interessados na novidade está a BMW, que está estudando a possibilidade de incorporar futuramente a tecnologia em alguns de seus carros. Apesar de animada com a ideia, a empresa afirmou que ainda não é possível estabelecer uma data para quando um modelo do tipo chegará aos consumidores.