(Fonte da imagem: North American Eagle)

Pouca gente poderia imaginar, mas um dos maiores desafios para a construção do carro mais rápido do mundo é a montagem de uma rede Wi-Fi que consiga acompanhar as altas velocidades do automóvel. Wi-Fi? Exatamente, a ideia dos desenvolvedores do North American Eagle é utilizar as transmissões sem fio para monitoramento de velocidade, pressão e outros dados de segurança e desempenho.

Para isso, vários receptores serão dispostos ao longo da pista de testes, enquanto um transmissor será acoplado ao “nariz” do carro. O desafio é fazer com que os receptores consigam suportar os mais de 1.200 km/h desenvolvidos pelo North American Eagle, que tenta bater o recorde mundial de velocidade terrestre.

Segundo o site Gigaom, o North American Eagle foi montado com base em um avião a jato Lockheed F-104. Se todos os testes derem certo, será a primeira vez que uma rede sem fio vai conseguir ultrapassar os limites da barreira do som.