(Fonte da imagem: Divulgação / Ford)

Imagine se os carros fossem dotados de um sistema de comunicação, tornando-se capazes de avisar sobre possíveis batidas e até melhorar o trânsito em locais que costumam congestionar. Segundo o TechnologyReview, isso está perto de acontecer – e não tem nada de ficção científica no meio.

O Departamento de Transporte dos Estados Unidos vai financiar o primeiro teste em vias urbanas da tecnologia, que é uma versão modernizada dos sensores e radares que avisam sobre a aproximação de carros e pedestres, mas que possuem limitações no campo de visão.

Batizada de “comunicação veículo-veículo e veículo-infraestrutura”, a tecnologia está sendo desenvolvida pela Universidade de Michigan e permite que carros se comuniquem entre si e recebam informações do controle de tráfego urbano. O departamento responsável acredita que 80% dos acidentes ocorridos no trânsito possam ser prevenidos com a implantação do equipamento, que foi considerado tão importante quanto o cinto de segurança e o airbag.

Os testes serão variados para cobrir o máximo de situações possíveis, como em cruzamentos cheios de pedestres ou vias preferenciais movimentadas. Até agora, oito montadoras entraram em parceria com a universidade para ceder carros e auxiliar nas pesquisas. O equipamento ainda deve levar uma década para ser lançado comercialmente.