(Fonte da imagem: Divulgação)
A companhia de elevadores Schindler, da Catalunha, na Espanha, optou por um método diferenciado para detectar a atividade de seus funcionários. Chips especiais, que emitem um sinal e acionam um alarme em uma central, são inseridos obrigatoriamente nos celulares dos funcionários.

Com isso, a empresa alega que pode garantir a segurança de seus empregados. Em comunicado à imprensa espanhola, a Schindler comentou que o chip permite saber quando um operário desmaia ou sofre qualquer problema, servindo como grande ajuda para os trabalhadores.

Os próprios funcionários, entretanto, discordam dessa afirmação. Para eles, isso é um método de abusivo de controle, que acaba exercendo pressão nos trabalhadores. Luis Méndez, advogado da União Sindical, comentou, em nota à imprensa, que o chip é um dos piores métodos de controles já vistos.

O caso ainda não foi solucionado, mas a União Sindical afirmou que o Ministério de Trabalho já está trabalhando para que os chips sejam retirados dos celulares.

Cupons de desconto TecMundo: