Com o objetivo de impedir que usuários de linhas de ônibus não usem cartões de bilhete único que não os pertencem, o governo do estado do Rio de Janeiro decidiu implementar um novo sistema de reconhecimento facial. A decisão deve passar a valer a partir de 2016 com base em uma lei sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão.

O novo sistema vai identificar por câmeras todas as pessoas que encostarem seus cartões nas máquinas de ônibus usadas no estado. O sistema de reconhecimento facial somente vai liberar a catraca para os usuários cujas características corresponderem aos registros dos bancos de dados dos bilhetes únicos.

Segundo o governo do Rio de Janeiro, as empresas que administram linhas intermunicipais vão ter um prazo máximo de 180 dias para adotar a nova tecnologia. Os donos de cartões que tiverem seu benefício usado por outras pessoas vão ter seus direitos sobre ele suspensos na hora de usar o transporte público. Cálculos feitos pelo governo fluminense indicam que fraudes no sistema provocam prejuízos de até R$ 50 milhões anuais.

O que você pensa sobre a decisão do governo do Rio de Janeiro? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: