As células dendríticas são cruciais na proteção do organismo contra doenças. (Fonte da imagem: Universidad de Valencia)

Não é possível determinar tão cedo se uma possível cura para o câncer será ou não efetiva, mas não custa torcer. A novidade da vez veio do Roswell Park Cancer Institute, que revelou em uma coletiva de imprensa que está trabalhando no desenvolvimento de um novo remédio contra a doença.

A droga NY-ESO-1 é feita para funcionar em conjunto com as chamadas células dendríticas, que são parte de nosso sistema imunológico. O objetivo dela seria não só destruir os corpos cancerígenos no organismo, mas impedir que eles retornem. O projeto é o primeiro totalmente aprovado e regularizado pelo governo norte-americano.

Por enquanto em fase clínica inicial e na busca de voluntários, o remédio não seria específico para apenas um tipo de manifestação da doença, combatendo câncer de fígado, rins, pulmões, pele, ovário, próstata, cérebro, bexiga e esôfago, entre alguns outros.

Ainda assim, a fabricação é específica para cada paciente, pois depende do avanço da doença e do estado das células dendríticas de cada um. Sem previsão para o fim dos testes, a NY-ESO-1 é uma das maiores apostas da indústria farmacêutica.

Cupons de desconto TecMundo: