Não é só a Samsung que precisa lidar com dispositivos que explodem. Nesta sexta-feira, um jornal da Austrália traz o relato de uma mulher que usava um fone de ouvido da marca Beats, que pertence à Apple, quando ele explodiu. O evento ocorreu durante um voo que ia de Pequim, na China, para Melbourne, na Austrália.

A australiana, que não teve seu nome revelado, dormia cochilava durante o voo no mês de fevereiro deste ano. Subitamente, ela foi despertada pelo barulho da explosão que causou queimaduras no rosto, no cabelo e nas mãos. Apesar do dano, a vítima não deve ser ressarcida pela Apple, que alegou não ser culpada pelo problema. “A nossa investigação indicou que o problema foi causado por uma bateria de terceiros”, informou um representante da companhia.

Australiana queimou rosto, cabelos e a mão após explosão.

Segundo contou à publicação, a mulher adquiriu o fone de ouvido da marca Beats em um duty-free em 2014, comprando as pilhas posteriormente na Austrália. “Os fones de ouvido não funcionam sem baterias, apesar de nem os fones nem a embalagem especificarem que marcas de pilhas deveriam ser utilizadas”, declarou a vítima em um comunicado, afirmando ainda estar desapontada com a decisão da Maçã.

%MCEPASTEBIN%

Cupons de desconto TecMundo: