Gerador de Galfenol inventado por Toshiyuki Ueno

Fonte da imagem: Nikkei Electronics / TechOn

Usando o material chamado “Galfenol” – Fe 81.4 e Ga 18.6, liga de ferro e gálio – o professor Toshiyuki Ueno da Universidade Kanazawa, no Japão, conseguiu desenvolver um gerador de eletricidade capaz de substituir uma bateria botão usada em relógios e placas-mãe de computadores.

O dispositivo utiliza um princípio semelhante ao dos geradores piezoelétricos, em que movimentos das partes de um gerador são responsáveis pela produção de energia. Porém o invento de Ueno tem uma diferença básica em relação aos geradores piezoelétricos: a resistência mecânica, já que é construído a partir de ligas metálicas, e não partes cerâmicas.

Dois braços de Galfenol, envoltos em finíssimos fios de cobre, são dispostos em paralelo, com um ímã ligado em abos por uma das extremidades, enquanto a ponta livre das barras recebem pequenos pesos separados. Caso aconteçam movimentos bruscos ou exagerados, os braços não quebram graças à ductilidade do metal.

A partir de movimentos nas barras da liga metálica, motivados pelos pesos, a polaridade magnética da estrutura se altera em intervalos, gerando assim corrente elétrica induzida no sistema, que é então transportada pelo cobre para alimentar equipamentos.

Gerador de Galfenol inventado por Toshiyuki Ueno

Fonte da imagem: Nikkei Electronics / TechOn

Com isso, o cientista japonês conseguiu produzir, com um dispositivo menor do que uma moeda, quantidade de energia igual á liberada por uma bateria química como as usadas em relógios. Ueno planeja utilizar sua invenção em sistemas de monitoramento de pressão de pneus e em outros dispositivos móveis.

Cupons de desconto TecMundo: