Recargas muito mais rápidas (Fonte da imagem: Thinkstock)

As baterias utilizadas em seus smartphones e notebooks estão a cada dia mais potentes, mas ainda estão longe de ter as recargas rápidas. Pensando nisso, uma equipe de pesquisadores do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Ulsan (Coreia do Sul) está desenvolvendo uma nova bateria capaz de ter a carga completamente recomposta em poucos minutos.

Para isso, o que eles estão fazendo é carbonizar as baterias – mas não do modo “incendiário” –, aplicando camadas de carbono no interior das estruturas para fazer com que a energia elétrica seja distribuída de uma maneira mais eficiente. Atualmente, as principais células de armazenamento não são expostas às correntes, fazendo com que todo o processo seja lento – com o novo material, isso será modificado.

Por que funciona?

A principal razão para a eficiência do novo projeto é o aumento da densidade energética no interior das baterias – conseguido graças à solução de grafite que é utilizada para a aplicação do carbono. Com isso, praticamente toda a bateria passa a ser carregada ao mesmo tempo, sem as diferenças nos diferentes setores estruturais das células.

Ainda não há indícios de produção comercial da tecnologia, pois ela ainda não consegue oferecer as mesmas capacidades de outras baterias já consolidadas e também porque ocupam um pouco mais de espaço do que as tradicionais. Caso isso seja resolvido em breve, é bem provável que tenhamos o novo sistema no mercado nos próximos anos.

Fonte: Gizmodo e Angewandte Chemie

Cupons de desconto TecMundo: