(Fonte da imagem: Tech-On!)

A Sumitomo Electric Industries Ltd. (SEI) desenvolveu uma nova tecnologia capaz de produzir um alumínio mais poroso e receptivo a cargas elétricas. A novidade, batizada como Aluminium-Celmet, pode ser utilizada na produção de baterias de Ion-Lítio com uma capacidade maior que a atual.

Na prática, isso significa a possibilidade construir dispositivos que funcionam por mais tempo, sem a necessidade de recarregá-los. A companhia já iniciou a construção de uma linha de montagem em pequena escala para acelerar o desenvolvimento da nova tecnologia, com o objetivo de iniciar em breve a construção em larga de dispositivos com a novidade.

O novo metal possui uma estrutura tridimensional semelhante a uma malha de poros esféricos interconectados. A porosidade máxima da novidade fica na casa dos 98%, taxa superior a outros materiais semelhantes. Além disso, o metal pode ser construído nas mais diversas formas, o que permite utilizá-lo em uma grande variedade de dispositivos.

Baterias mais duradouras

O “Aluminium-Celmet” pode ser considerado uma evolução do trabalho realizado pela empresa até então, que já utilizava o mesmo método de produção utilizando níquel no lugar do alumínio. O metal resultante, que possui o nome Celmet, já é utilizado pela companhia na produção de baterias recarregáveis para uso em veículos híbridos.

A gravidade específica é cerca de um terço daquela apresentada pelo Celmet, enquanto a resistência elétrica do novo material é cerca de 50% daquele que emprega o níquel em sua construção. Outra vantagem do Aluminium-Celmet é a grande resistência à corrosão, o que permite utilizá-lo sem problemas em baterias de Íon-Lítio recarregáveis.

Cupons de desconto TecMundo: