Quem nunca se encantou com aquele perfil charmoso (de alguém que você nunca conheceu pessoalmente), atire o primeiro comentário! A internet é o lugar perfeito para se conhecer pessoas novas e, por que não, dar o pontapé inicial para um relacionamento de carne e osso.

Mas quando chega a hora de mudar seu status para “solteiro”, qual a melhor tática para não se preocupar com os sentimentos alheios? Quando o osso pontudo do pé amado encontra a carne do seu traseiro, pode ser dolorido na vida real.

Melhor é adotar uma medida prática e indolor para terminar namoros conhecida como internet. Felizmente, o Erro 404 desta semana preparou um manual do pé na bunda virtual. Afinal, o que começou pela rede não deveria terminar de outra maneira, certo?

Plenamente virtual

Sintomas: seu relacionamento não é nem nunca foi baseado no contato pessoal. Além de terem se conhecido pela internet, mesmo hoje em dia, vocês se sentem muito mais à vontade quando mediados por monitores e cabos de fibra ótica. Em determinado momento, você se cansa de babar diante da tela fria do computador e decide partir para outra.

Medida: basta bloquear ou deletar todos os contatos que você possui com sua amada. Caso você esboce alguma consideração, deixe um depoimento no formato de punhal em seu Orkut. Ou isto marca um fim à relação, ou serve de inspiração para uma visita pessoal.

Efeito colateral: nenhum! Primeiro que dessa forma você não vai presenciar o sofrimento da pessoa com quem acabou de terminar. Segundo, quem sabe aquela gatinha a quem você entregou seu coração não passe de um perfil fake de um velho pançudo, já que você nunca chegou a conhecê-la pessoalmente?

Como na vida real

Sintomas: seu relacionamento já deixou de ser plenamente virtual e assumiu certo nível de contato humano. Mesmo assim, boa parte do tempo que vocês passam juntos é dedicado aos games e ferramentas online.

Medida: adquira uma cópia do jogo The Sims ou então baixe o Second Life. Dentro do jogo, crie um personagem que represente você e outro com o qual ele se identifique. Aí basta flertar os demais jogadores, ir a todas as festas e encontros possíveis e ignorar os convites do seu namorado.

The Sims 3, imagem de divulgação.

Efeito colateral: se você interpretar o game como uma ferramenta didática, isso deve demonstrar suas intenções para seu companheiro sem machucá-lo. O pior que pode acontecer é que o “mala” não compreenda a mensagem e ache legal essa sua atitude de ficar jogando com ao seu lado.

O desconfiado

Sintomas: você conhece sua companheira muito bem, mas não deixam de se ver pela internet sempre que sobra um tempo. Embora não colecione qualidades, ela também não apresenta nenhum motivo/defeito plausível para você atirar na cara dela e usar como desculpa para encerrar o relacionamento.

Medida: instale um keylogger em seu computador e fique à espreita de mensagens secretas, comportamentos suspeitos e outras baixarias. Também vale espionar o Orkut, MSN, Twitter, a caixa de emails, revirar a lixeira da pessoa “amada”...

Fonte: GTO

Fonte: Grandes Tolices do Orkut

Efeito colateral: ela pode ser um verdadeiro exemplo de pureza e castidade, fazendo com que você caia do cavalo. E por falar em equinos, vai ela descobre a sua falta de confiança e arma um verdadeiro barraco como esse flagra registrado pelo site GTO.

Coisa pegajosa

Sintomas: seu namoro termina e volta de três a quatro vezes por semana, pois você não suporta vê-la chorar. Sabemos o quanto é difícil negar a reconciliação diante de olhos marejados e comportamento inseguro. A única solução para este caso é fazer com que ela “desgoste” de você.

Medida: já que você reatou novamente o namoro, desta vez corresponda seu amor, mas com uma dose imensa de glitter. Isso mesmo, esbanje corações, emoticons com ursinhos, mensagens fofas e linguajares miguXuXs sempre que ela estiver online. Se você fizer tudo direitinho, em pouco tempo ela perceberá que você não passa de um banana.

Imagens do Glitter Graphics.

Efeito colateral: internet é um meio de comunicação amplo e ela possui amigas, que conhecem seus amigos, que conhecem seus parentes e... É possível que todos pensem que você realmente é um banana! Se isso acontecer, trate de se mudar para uma cidade do interior em que as pessoas não possuam acesso à internet.

Mudança de time

Sintomas: seu gato é completamente homofóbico e vive tentando provar o quão Homem ele é. No caso dela, seu maior pesadelo é ser trocada por outro bofe e acabar às traças como em uma novela mexicana.

Medida: sempre que ele entrar no MSN, comece a ouvir Cássia Eller e nomes femininos da MPB. No caso de garotos, a única menção ao nome Justin Bieber significa o fim! Para casos drásticos, torne-se membro de comunidades como “Eu amo o Fiuk” ou “Adoro beijar outras meninas”.

Justin Bieber, comprometedor para garotos.

Fonte: Muita Música

Efeito colateral: além de destruir sua reputação, como no caso anterior, isso pode despertar desejos reprimidos no cônjuge. Caso ele convide você para “ampliar seus horizontes”, vai ser difícil se safar.

Cachorrão

Sintomas: você já mudou seu comportamento e ela não deu bola? O jeito é acabar com sua imagem de príncipe encantado. Coloque um final infeliz aos contos de fada na cabeça da pobre moça, e torne-se o sapo com fama de cafajeste.

Medida: torne-se membro de comunidades como “Eu já trai minha namorada”, “Lugar de mulher é na cozinha” e “Eu não Traio... Eu Abstraio!” e tantas outras. Participe ativamente de fóruns que defendem a infidelidade, a poligamia e outros hábitos machistas.

Comunidades cafagestes.

Efeito colateral: ela pode vir a se apaixonar ainda mais pelo “macho dominante”. E, justamente quando você começar a curtir seu jantar servido diante da TV enquanto ela lava suas cuecas, sua namorada descobrirá que você não passa de mais um bom partido qualquer e acabará com as regalias.

O ciumento

Sintomas: o bonitão ao seu lado tem ciúmes até da sua avó e fica doente só de imaginar você na companhia dos amigos. Faça com que ele se afogue em seu sentimento possessivo e ponha um fim à relação, com uma pequena ajudinha sua, é claro.

Medida: peça para seus amigos (se é que você ainda tem algum) encherem sua caixa de mensagens, tweets e scraps com recados ambíguos e elogios recheados de saudades. Em pouco tempo, o rapaz vai surtar e, com sorte, você conseguirá até um mandato policial que mantenha a distância mínima de 200 metros entre vocês.

Efeito colateral: um colega pode aparecer com dois olhos roxos e o braço quebrado. Para contornar esse caso, crie perfis fakes se passando por amigos saradões que não param de dar em cima de você. Isso evita a violência com as pessoas que estão do seu lado!

Simplesmente drástico!

Sintomas: além de grudenta, sua namorada acredita que juntos vocês conseguirão superar qualquer dificuldade (e tentativa sua de terminar o namoro). Se tantas induções de nada adiantaram, sua única esperança é tomar uma atitude de resultados avassaladores. Mas cuidado! Esta medida deve ser usada com extrema cautela.

Medida: mude o status no campo relacionamento do Orkut ou Facebook para “solteiro”. Caso vocês tenham um perfil em conjunto, crie uma conta nova somente para você. Ao ser questionado, responda apenas que “não há motivos para se preocupar”, com ênfase na palavra “preocupar”.

Fonte: BELtrana e SICrana

Fonte: BELtrana e SICrana

Efeito colateral: depois de uma crise de choro, ela adota nicks depressivos e bloqueia você no MSN, Orkut, Facebook, Yahoo! Messenger, ICQ e até na comunidade de criadores de avestruz de Pindamonhangaba.

Ops, enviei por engano

Sintomas: além de não ter coragem de romper o relacionamento pessoalmente, você decide se vingar do rancor acumulado ao longo de tantas discussões sobre a tampa da pasta de dente.

Medida: espere que a pessoa o (a) convide para um cinema, jantar fora ou qualquer outro programa, e aceite o convite. Aí você redige uma mensagem, email ou scrap nos seguintes moldes e envia por “engano” para o amor da sua vida:

“Querida fofuxa,
Nosso encontro miou. A trouxa da minha namorada me convidou para mais uma noite de chatices. Guardarei aquela fantasia de bombeiro para a próxima.
do seu Ursinho Pimpão!”

Efeito colateral: há uma grande chance do para-brisas do seu carro encontrar com um paralelepípedo ou aparecer com os 4 pneus furados.

ERRO 404

Lembre-se, este artigo faz parte da série Erro 404, que o Baixaki prepara semanalmente para satirizar um tema diferente. Embora muitos dos casos acima sejam verídicos, elas têm o único intuito de entreter o leitor e jamais devem ser utilizadas em relacionamentos humanos.

Pena que os relacionamentos não venham com uma opção de “Uninstall”, pois terminar um namoro cara a cara está cada dia mais fora de moda. Felizmente, a internet está ai e, mais uma vez, nos ajuda a resolver nossos problemas sem que presenciemos a reação de dor no rosto de quem amávamos até ontem.