Caçoar do ditador em meio a tanta tensão é realmente adequado? (Fonte da imagem: Reprodução/Flickr)

Em meio a toda tensão registrada nesses últimos meses devido às ameaças feitas pelo ditador Kim Jong-un, hackers do grupo ativista “Anonymous” invadiram nesta quinta-feira (04) as contas do governo norte-coreano no Flickr e no Twitter.

A conta Uriminzokkiri, nome usado pelo governo da Coreia do Norte em ambas as redes sociais invadidas, parou de publicar conteúdo de cunho jornalístico tradicional. Além de ter estampado uma foto que ridiculariza Kim (entre várias outras imagens), os meios de comunicação veicularam mensagens criticando a ameaça bélica norte-coreana.

O ataque foi feito supostamente pelo grupo "Anonymous". (Fonte da imagem: Reprodução/Flickr)

Além disso, os hackers acusam o ditador Kim Jong-un de deixar “seu povo morrer de fome”. Algumas imagens, pelo menos até o momento desta postagem (13h54), ainda podem ser vistas no Flickr norte-coreano. O “Anonymous”, de acordo com a BBC, conseguiu acessar ainda 15 nomes de usuários e senhas do site governamental.

Clique aqui para visualizar o ataque feito ao Flickr; neste link você terá acesso ao Twitter do Uriminzokkiri.

Cupons de desconto TecMundo: