James Tyrwhitt-Drake é um estudante da Universidade de Victoria que já divulgou várias imagens interessantes, sejam microscópicas ou astronômicas. Talvez vocês se lembrem de um vídeo dele da Terra em 4K e também do Sol, na mesma resolução (claro, se você tiver um monitor que suporte essa definição).

Agora, Tyrwhitt-Drake pegou várias imagens em infravermelho dos satélites GOES-13 e GOES-15, entre 30 de novembro de 2014 e 26 de janeiro deste ano. O time-lapse, rodando a uma razão de 21 horas por segundo de filme, mostra a natureza fluida da atmosfera.

"O calor é irradiado da superfície da Terra como raios infravermelhos, que são invisíveis aos olhos humanos", diz o estudante. "Nessas imagens, o branco indica emissão de luz infravermelha no espaço. Essa luz é absorvida por vapores d'água e pelas nuvens: nas imagens, a umidade aparece em negro e revela o movimento fluido da atmosfera da Terra", conclui.

Cupons de desconto TecMundo: