Aquele velho smartphone escondido em uma gaveta pode ser capaz de fazer muito mais coisas do que você imagina. Pelo menos é isso que promete a equipe de pesquisadores da Universidade Carnegie Melon, ao criar um aplicativo chamado Zensors, que usa a conectividade do dispositivo ou câmeras de vigilância para rastrear o ambiente, descobrir o que está acontecendo e fornecer indicações e estatísticas.

Em um exemplo demonstrado em vídeo, a equipe colocou um celular preso a uma janela apontado para um estacionamento e circulou determinada região de interesse para ser analisada.

Em seguida, uma pergunta simples foi feita: “quantos carros estão no estacionamento?”. O programa então começou a rastrear os carros que entrarem e saíram, fornecendo dados precisos e em tempo real.

Não é magia, é tecnologia

Essas tarefas estão muito além dos recursos disponíveis em câmeras e sensores, mas a tecnologia não é tão mágica quanto parece. As tarefas mais simples são calculadas com a ajuda de algoritmos enquanto as mais complexas são calculadas com a ajuda de equipes de crowdsourcing.

Entretanto, eles esperam que os computadores gradualmente assumam os trabalhos mais difíceis com o uso de sistemas de aprendizado, eliminando o fator humano. O Zensor ainda está em fase beta de testes, sem previsão para ser lançado. 

Cupons de desconto TecMundo: