Eaze é uma pequena empresa considerada como o Uber da maconha medicinal. Ela conecta pacientes com fornecedores em alguns dos estados norte-americanos onde a erva é legalizada para facilitar o comércio da marijuana.

Em novembro do ano passado, o aplicativo arrecadou US$ 1,5 milhão e, na última rodada de investimentos, a startup conseguiu levantar US$ 10 milhões com o apoio de empresas como a DCM Ventures, Fresh VC, 500 Startups e Casa Verde Capital, companhia do rapper Snoop Dogg.

O mercado da maconha tem crescido bastante nos estados americanos onde o consumo para uso medicinal ou recreativo foi aprovado por lei e tem recebido cada vez mais investidores interessados em injetar dinheiro em iniciativas diferentes que envolvam a planta.

O aplicativo só comercializa nas regiões dos Estados Unidos onde o consumo da maconha é legalizado e promete a entrega do produto em menos de 20 minutos. Além disso, ele supostamente apresenta o nível de THC em cada uma das ervas disponibilizadas.

Cupons de desconto TecMundo: