Você é daqueles que usa aplicativos de namoro como o Tinder no seu celular da empresa? Então saiba que está colocando toda a sua companhia em grande risco.

Isso porque esses apps são uma grande fonte de falhas de segurança, permitindo que dados sejam roubados com facilidade e comprometendo documentos confidenciais. Os defeitos chegam, inclusive, ao ponto de permitir o controle da câmera e microfone do aparelho – o que, efetivamente, quer dizer que hackers podem espiar todos os segredos da empresa dessa maneira.

A descoberta veio com um estudo feito pela IBM. De acordo com um relatório divulgado por eles, pesquisadores de segurança da companhia testaram 41 aplicativos do mercado; destes, 26 apps (ou seja, 60% deles) apresentavam vulnerabilidades que iam de nível médio a alto. E o que eles fazem com isso? Muita coisa: entre os softwares que falharam, 48% deles permitia o roubo de dados de cartão de crédito, além de tudo o que foi dito acima.

O perigo do BYOD

Que os aplicativos de namoro estão longe de serem seguros, isso já está claro. Mas por que tanta preocupação com celulares empresariais, visto que essas falhas também afetam smartphones comuns?

O problema se deve a um hábito cada vez mais comum em países como os Estados Unidos, conhecido como BYOD (“Traga Seu Próprio Aparelho”, em português). Este consiste na utilização de aparelhos originalmente destinados apenas para o trabalho, mas para entretenimento – algo que se mostrou bastante comum, já que a IBM descobriu que 50% das empresas a submeterem dispositivos para testes possuíam apps de namoro instalados.

E não pense que, por aqui, a situação é muito melhor, pois o BYOD também se refere ao ato de utilizar seu próprio smartphone no trabalho, conectando-o à contas e documentos sigilosos da companhia. E isso é algo feito por praticamente todas as pessoas. Logo, a mensagem aqui já é simples: não misture trabalho e diversão.

Quem deseja saber quais os aplicativos inseguros infelizmente vão ficar sem uma resposta: a IBM não revelou os nomes dos softwares, mas já entrou em contato com as desenvolvedoras de cada programa e os informou das falhas. Mas, por precaução, pode ser uma boa ideia não utilizar esses apps em aparelhos potencialmente vulneráveis.

Cupons de desconto TecMundo: