(Fonte da imagem: Divulgação/Truth)

Os aplicativos Secret e Whisper tornaram-se os mais queridinhos da troca de mensagens anônimas do mercado, promovendo redes sociais próprias apenas para esse fim. Porém, uma nova ferramenta tem a ambição de mudar o pódio de liderança dessa modalidade.

O Truth (“verdade”, em inglês), exclusivo para iOS, é um app que manda mensagens através de um nome de usuário e um avatar anônimo para pessoas da sua lista de contatos. Em outras palavras, é uma troca de mensagens entre amigos... De forma incógnita.

Quando você envia uma “verdade”, você está vinculado a um nick e a um avatar anônimo. Se o destinatário já tem o aplicativo, a mensagem aparecerá na inbox dele. Se ele não tem, uma mensagem de texto será enviada, mostrando parte da “verdade” e incitando-o a baixar o Truth.

“O Whisper e o Secret são sobre transmissão de mensagens”, diz o cofundador do Truth, Ali Saheli. “Você grita anonimamente, de forma parecida com o Twitter. O conceito de mensagens para contatos por celular pareceu mais interessante para nós.”

O sucesso das mensagens anônimas

O aplicativo foi lançado oficialmente no dia 1º de abril, depois de passar várias semanas em teste Beta no Canadá. Durante esse tempo, ele entrou no top 100 da App Store canadense, chegando ao 90º lugar e ultrapassando o Secret. Saheli diz que o Truth ganhou a maior parte de seus usuários na cidade de Vancouver, mas recentemente houve um impulso inesperado de downloads por parte de colegiais e universitários nos EUA, mais precisamente nos estados de Nova York, Califórnia e Flórida.

Aplicativos de mensagens anônimas tornaram-se uma sensação ultimamente, principalmente entre o público mais jovem que vem perdendo seu interesse em mídias sociais mais tradicionais, como o Facebook e Twitter. No mês passado, o Secret levantou US$ 8,6 milhões em financiamento de diversos investidores, incluindo o Google Ventures, divisão de investimentos de capital de risco da empresa.

(Fonte da imagem: Divulgação/iTunes)

Enquanto isso, o Whisper levantou US$ 21 milhões com a Sequoia Capital, companhia de capital de risco localizada no mesmo complexo de prédios da sede do Facebook. Além desses dois, há outros produtos querendo sua fatia desse mercado, como o Rumr e Blackchat — ambos desenvolvidos por estudantes do ensino médio.

Efeitos colaterais da tendência

Por outro lado, o conceito de comunicação anônima tem uma reputação bem negativa, além de ter grande potencial para ser usada como cyberbullying. De acordo com um estudo do Centro de Pesquisa de Internet e Projeto de Vida Americana, realizado em 2011, 9 entre 10 adolescentes (dos EUA) já presenciaram comportamento de crueldade ou bullying em redes sociais.

Um usuário do Truth pode ver somente mensagens de pessoas que ele já tem entre seus contatos do telefone. Os criadores do aplicativo acreditam, porém, que isso venha a encorajar apenas brincadeiras e pegadinhas entre amigos, em vez de ameaças e provocações de mau gosto.

“Nós tentamos manter tudo divertido e às claras”, diz Saheli. Ele estima que conteúdo relatado como abusivo representa menos de 5% de todas as mensagens. “O uso mais comum é para flertar com colegas de classe. Mas, obviamente, nós temos visto vários outros tipos de uso, como pessoas fazendo comentários sobre seus locais de trabalho.” Saheli completa dizendo que tem o controle para monitorar conteúdo abusivo. “Nós tivemos mensagens abusivas e já sabíamos que isso poderia acontecer desde o primeiro dia.” 

O Truth pode ser baixado gratuitamente na App Store através deste link. Ainda não há informações para uma versão para Android.

Cupons de desconto TecMundo: