Os vencedores do desafio Healthcare Access Challenge foram anunciados nessa semana pela Sandoz, divisão de genéricos e biossimilares da Novartis. Os ganhadores identificaram abordagens inovadoras para enfrentar desafios de saúde em Gana, nas Maldivas e nas Filipinas, via aplicativos.

"Todas as ideias vencedoras propuseram novas formas de utilizar tecnologias móveis para conectar pacientes com cuidadores e medicamentos essenciais, abordando questões de acesso específicas de cada país", explicou a Sandoz. "As soluções, porém, têm potencial para serem aplicadas em outras partes do mundo".

Os vencedores que receberão um fundo de 20 mil euros

No total, foram 150 ideias inscritas de 30 países. Já no final do desafios, foram seis finalistas que apresentaram seus projetos para um painel de juízes no Wired Health 2017, como parte do evento “HACk – Ao vivo em Londres 2017".

"Nós acreditamos que as maiores mudanças geralmente vêm de ideias simples, porém incríveis - e que a única coisa entre uma ideia boa e uma ideia incrível é, normalmente, apenas um pouco de suporte na hora certa. Vejo o futuro da medicina sendo direcionado por uma forte colaboração entre empresas de saúde e parceiros externos. O Sandoz HACk é uma maneira de tentar fazer desta visão uma realidade ", disse o presidente da Sandoz, Richard Francis, ao anunciar os vencedores que receberão um fundo de 20 mil euros. São eles:

Blood drive

Blood Drive

Um em cada 120 recém-nascidos nas Maldivas nascem com Thalassemia. 85% dessas crianças não chegam aos cinco anos se não receberem transfusão de sangue regularmente. Mesmo que os nativos da ilha doem, é muito difícil conseguir bancos de sangue suficientes. A ideia de Mohammed Shuraih e Yameen Rasheed tem o objetivo de ligar os moradores da ilha por meio de um sistema de coleta de dados dos hospitais que será atualizado quando tiver um programa de doação de sangue, usando um alerta de geolocalização para que todos na proximidade possam doar.

Save-a-life

Save-a-life

Nas Filipinas, os primeiros-socorros são atribuições que devem ser incluídas e mantidas na educação básica, por ser uma boa maneira de agilizar o atendimento, uma vez que as ambulâncias têm dificuldade para encontrar e ter acesso rápido a pessoas acidentadas. A ideia de Joel Alejandro e Andrea Relucio é criar um aplicativo que ajude os filipinos que não tiveram o conhecimento de primeiros-socorros com guias visuais, enquanto eles notificam o serviço de emergência.

Go Pharma

GoPharma

Os farmacêuticos em Gana geralmente não trabalham em áreas rurais e as farmácias não têm funcionários qualificados. A ideia de Elvin Blankson e Priscilla Adu-Darko seria conectar os farmacêuticos das cidades com farmácias das áreas rurais para indicar virtualmente e ensinar como usar medicamentos, informar sobre suas contraindicações, entre outras orientações.

Cupons de desconto TecMundo: