O Tinder acabou de realizar a compra do aplicativo de mensagens em vídeo Wheel, que tem um funcionamento similar ao Snapchat. Com isso, o Tinder deverá seguir um de dois possíveis caminhos: vai aumentar o portfólio de produtos que não focam em "namoro" — como o Tinder Social, que realiza encontros de amigos — ou vai incluir na aplicação de relacionamento algum recurso similar ao Snapchat e Instagram Stories.

De acordo com Paul Boukadakis, VP de Iniciativas Especiais do Tinder, o próximo passo da empresa é "juntar pessoas para criar". A introdução do Wheel pode significar que os usuários do Tinder poderão, em breve, enviar vídeos customizados e curtos para os pares que encontrarem dentro da rede.

Obviamente, ainda não é uma certeza de que isso irá ocorrer. Contudo, é o caminho: o Stories, do Instagram, já passou dos 600 milhões de usuários. Os valores da compra não foram revelados.