Você consegue imaginar como é conviver com o Alzheimer? Se para quem está perto já é um sofrimento, perceber-se sem a consciência em sua plenitude certamente não é uma sensação que alguém gostaria de experimentar.

Hoje, ainda não existe a cura para a doença, mas isso não significa que estamos completamente parados em relação aos tratamentos e às formas de amenizar o sofrimento dos portadores.

Um excelente — e inspirador — exemplo disso acaba de ficar famoso nos Estados Unidos. Lá, uma garota de apenas 12 anos chamada Emma Yang teve a ideia de criar um aplicativo para tornar a vida de sua avó — portadora de Alzheimer e residente em Hong Kong — mais confortável.

Com a ajuda do pai dela (um engenheiro de software) e de um médico especializado, ela colocou em prática sua ideia. Com isso, desenvolveu o esboço do Timeless, um aplicativo que relembra parentes próximos e amigos, eventos cotidianos, detalhes das agendas e que consegue prevenir o portador de Alzheimer de repetir tarefas — como ligar para alguém com quem acabou de falar.

Além de levar várias informações aos usuários, ele pode ser usado para reconhecer pessoas por meio do reconhecimento facial. O app Timeless ainda está em fase de protótipo, mas deve ganhar mais funções e ser melhorado em breve para que possa ser colocado nas lojas digitais.

Ainda em setembro, Emma ganhou uma bolsa de auxílio que deve ser usada para contratar desenvolvedores e fazer com que o projeto se torne realidade. Vai dizer que não achou a ideia inspiradora?

Cupons de desconto TecMundo: