(Fonte da imagem: US Patent & Trademark Office)

Ontem (14), a US Patent & Trademark Office, órgão norte-americano regulamentador de patentes industriais, publicou um documento outorgado para a Apple que sugere a criação de uma tecnologia para a construção de telas com projetores híbridos de laser e luz convencional.

A patente indica a combinação de fontes de luz coerentes (com ondas que possuem a mesma frequência, fase e direção, como o laser) e incoerentes (lâmpadas com filamento de tungstênio, por exemplo). A utilização desses dois tipos de iluminação pode melhorar o desempenho dos projetores e, ao mesmo tempo, reduzir o consumo de energia.

O sistema da empresa da Maçã poderá ser utilizado tanto na projeção de luz como na iluminação de telas, podendo ser aplicado em monitores ou televisões. O documento publicado sugere ainda que a tecnologia pode ser integrada em outros dispositivos. Uma das imagens da patente deixa bem clara a intenção da empresa de acoplá-la em notebooks.

A princípio, nada impede que a novidade possa ser usada no iPad, iPhone ou iPod. Ainda em fase embrionária, não se tem perspectivas para sua chegada ao mercado.

Cupons de desconto TecMundo: