Uma série de rumores que vêm circulando pelos bastidores da indústria indica que a Apple pode ter adquirido a empresa Faceshift. Baseada na Suiça, a companhia trabalhou com games, estúdios de animação e outras organizações menores cujo foco é capturar expressões de forma acurada usando sensores 3D.

Recentemente, a companhia trabalhou no desenvolvimento dos plugins Faceshift Studio para o Maya e o Unity, além de ter contribuído em um sistema de chat ao vivo do Skype. Fundada em 2011 no Instituto Federal Suíço de Tecnologia, a Faceshift tem profissionais de talento como Doug Griffin, que trabalhou anteriormente com a Industrial Light & Magic and Electronic Arts.

Questionadas pelo site Mac Rumors, tanto a Apple quanto a Faceshift se recusaram a confirmar a aquisição — que também não foi negada. Entre os fatores que indicam que algo aconteceu recentemente com a organização está o fato de que três de seus diretores corporativos originais deixaram a companhia em agosto e foram substituídos por membros da Baker & McKenzie, empresa que a Apple já usou no passado para fazer aquisições ao redor do mundo.

Ainda não está claro o que a empresa da Maçã pretende fazer com a nova adição de seu portfólio, mas as possibilidades variam de avatares em tempo real para o Facetime até tecnologias de biometria para o destravamento de dispositivos. No momento, resta esperar por um anúncio oficial e a passagem do tempo para descobrir o que vai resultar dessa união.

Cupons de desconto TecMundo: