Parece que os smartwatches estão começando a entrar na crista da onda. Pouco a pouco, as marcas se posicionam para trazer produtos que atendam às expectativas dos consumidores: a combinação de design bonito e aparelho funcional. A Apple, naturalmente, adota uma postura ofensiva na batalha, ainda mais com o recente registro da patente “iTime”, um suposto relógio inteligente da companhia, mas que tem configurações bem diferentes  do iWatch.

Diferentemente do iWatch, o iTime parece ser um dispositivo muito mais básico. Com base nas fotos da patente, o aparelho tem uma pulseira fina (separada em duas porções) e uma espécie de “capa” frontal removível.

Assim como qualquer outro relógio inteligente, o iTime poderia enviar e receber notificações de outros dispositivos eletrônicos próximos, incluindo smartphones e tablets. Uma vez que a notificação tiver sido recebida, o relógio poderia ser capaz de fornecer informações adicionais no display ou através do alto-falante nele embutido. O dispositivo também seria capaz de controlar outros aparelhos eletrônicos.

Ao se distanciar do eletrônico pareado, por exemplo, o relógio inteligente alerta o usuário que ele está saindo da área de alcance – algo útil para que ele não esqueça seu telefone em algum local.

Os outros recursos listados na aplicação da patente incluem uma antena Bluetooth, um GPS, um acelerômetro e demais funções. A Apple também estaria com planos de permitir os usuários a operarem o dispositivo com controles gestuais, como movimentos verticais e horizontais da pulseira para atender ou bloquear chamadas e mais.

Seria o iTime uma opção secundária ao iWatch?

Cupons de desconto TecMundo: