O sistema de mensagens iMessage da Apple é um modelo bastante conveniente para quem quer bater papo com outros donos de iPhones. No entanto, tentar trocar seu dispositivo por um movido a Android ou Windows Phone e ao mesmo tempo manter seu número de telefone pode se tornar um verdadeiro calvário para quem faz uso do recurso.

Desde o final de 2011 há relatos circulando na internet, feitos por pessoas que substituíram um smartphone da empresa da Maçã e escolheram um de outra marca, que contam sobre como suas mensagens de texto deixaram de ser entregues após a troca de aparelhos. O problema piorou há pouco tempo por conta de uma falha nos servidores da Apple, o que levou a empresa a finalmente reconhecer o problema e a se manifestar pela primeira vez a respeito.

“Nós recentemente corrigimos um bug nos servidores do iMessage que estava causando problemas para alguns usuários, e planejamos liberar uma correção adicional para o defeito em uma atualização de software futura. Quem ainda estiver com dificuldades deve, por favor, contatar o AppleCare” informou a companhia.

Segurando as pontas

Embora a Apple não entre em detalhes sobre quando ou como essa medida final da próxima atualização do iOS vai melhorar as coisas, a empresa parece estar confiante de que essa solução será definitiva. Enquanto isso, quem quiser trocar um iPhone por um Android ou WP deve antes desativar o iMessage no celular e desmarcar o seu número em quaisquer outros dispositivos da Maçã em que costume usar o serviço de mensagens.

Vale ressaltar, no entanto, que essas medidas não dão garantia total de que o problema não vai acontecer e requerem planejamento com antecedência – o que as torna impossíveis de executar caso seu iPhone seja roubado ou perdido, por exemplo. A Apple também possui um mecanismo próprio para tentar remover usuários do seu sistema do iMessage quando eles trocam de celular, mas esse processo também não funciona de forma impecável.

Foi parar nos tribunais

A questão toda chegou a tal ponto que se tornou a causa de uma ação legal por parte de uma mulher residente estado norte-americano da Califórnia, originando um processo contra a empresa. Ela afirma que a retenção de mensagens por parte de Apple está impedindo que ex-clientes que abandonaram o iPhone de utilizarem os benefícios totais dos planos de telefonia móvel que pagam.

Dessa forma, o texto do processo acusa a companhia da Maçã de violação das leis de justa competição e afirma que a atitude da empresa interfere com a habilidade das operadoras de proporcionar de forma plena o serviço prometido aos seus clientes. Questionada pelo site Re/Code, a Apple recusou comentar sobre o caso.

Cupons de desconto TecMundo: