Conceito não oficial (Fonte da imagem: Reprodução/Apple Insider)

Menos de um mês atrás, a Google anunciou um novo sistema operacional portátil especialmente criado para dispositivos vestíveis. Estamos falando do Android Wear, que já pode ser visto em alguns relógios inteligentes. E, como você já deve estar cansado de saber, são poucos os mercados em que a Google atua sem a presença da Apple disputando a liderança no segmento.

Já faz algum tempo que o iWatch da Apple vem sendo cogitado, mas até agora nenhuma informação realmente concreta foi liberada pela fabricante de Cupertino. Entretanto, novos rumores começam a circular a partir de fontes ligadas à empresa. Segundo o site DigiTimes, há grandes chances de que a Apple coloque os relógios inteligentes no mercado ainda neste ano, possivelmente no terceiro trimestre.

O que eles podem fazer?

E isso não é tudo. Novas informações apontam para a instalação de tecnologias da Silicon Labs nos aparelhos. Isso pode significar que sensores de luz ultravioleta estejam presentes no iWatch. Estes sensores devem garantir uma série de novas possibilidades, incluindo a prevenção de queimaduras solares, uma vez que ele pode identificar e notificar possíveis exposições exageradas à luz solar.

Outras aplicações seriam as medições cardíacas e até mesmo o controle de oxigenação do sangue. Vale dizer também que o site Apple Insider já reportou que há grandes chances de que o aparelho surja com controles por gestos, não demandando a utilização por meio da tela sensível ao toque — talvez pela presença de recursos fitness, que podem deixar as mãos suadas e dificultariam a utilização.

Será tudo real?

Se tudo isso for confirmado, ficará bem evidente que a Apple planeja entrar no mercado de relógios inteligentes com uma ótima opção para esportistas e outras pessoas que querem ficar de olho na própria saúde — sendo então um verdadeiro aparelho de monitoramento, indo além dos atuais relógios inteligentes disponíveis. Será que teremos confirmações desses rumores em breve?

Cupons de desconto TecMundo: