Reforçando os rumores de que a Apple estaria interessada em comprar a fabricante de carros Tesla, o CEO da empresa automobilística, Elon Musk, confirmou que sua companhia realizou algumas conversas com a da Maçã. A afirmação foi realizada durante uma entrevista para a Bloomberg TV, mas o executivo não confirmou que o assunto das reuniões tenha sido sobre qualquer tipo de aquisição.

Segundo Musk, uma venda da Tesla agora é algo “muito improvável”, já que o cenário atual não traz qualquer indício de que isso aumentaria a probabilidade da criação de um carro elétrico atraente e barato para o mercado de massa. “Eu ficaria bem preocupado em qualquer situação de aquisição, por quem quer que seja, que nós acabaríamos nos distraindo dessa tarefa, que sempre foi o objetivo que move a Tesla”, ressaltou.

Ainda assim, ele admitiu que faria sentido desenvolver discussões sobre o tema caso isso significasse chegar mais perto da meta. Não é difícil imaginar por que a Apple desejaria a Tesla, principalmente após o anúncio do projeto de colocar o sistema operacional iOS nos painéis de veículos. Além disso, o CEO da empresa da Maçã, Tim Cook, citou várias vezes o desejo de que a companhia se expanda para novas categorias de produtos.

Falando do que importa

(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Na mesma entrevista, Musk afirmou que o novo veículo elétrico de sua companhia, o Model X, teve seu lançamento adiado para 2015. O carro foi originalmente anunciado para 2013 com o preço de US$ 49.900 (cerca de R$ 119.118, sem impostos), mas a data acabou sendo movida para este ano – e agora foi alterada novamente.

Segundo o executivo, o atraso se deve ao fato de ele ser “um perfeccionista no que diz respeito a design de produtos”, ressaltando que não está “completamente feliz” com o veículo como é agora. “É muito difícil fazer um determinado SUV que seja ao mesmo tempo belo e incrivelmente funcional. É um problema de desenho mais complicado que o do Model S”, explicou.

Musk afirmou que deseja que o carro final seja melhor do que a versão de 2012 em “uma série de formas sutis”. Além disso, ele acrescentou que é preciso garantir que “está tudo em ordem” na empresa após a expansão das vendas do Model S para a Europa e Ásia no ano passado e neste – a mesma razão que a Tesla deu para adiar a versão X anteriormente.

Cupons de desconto TecMundo: