Rejeição pode dar prejuízo de ao menos US$ 1,6 bilhão para a Foxconn (Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

De acordo com o jornal asiático China Business, a Apple rejeitou e devolveu cerca de 8 milhões de iPhones vindos diretamente das filiais chinesas da fabricante Foxconn, alegando que os aparelhos não teriam atendido os “padrões de qualidade” estabelecidos pela empresa.

Embora o site não tenha divulgado muitas informações, a estimativa é que a rejeição tenha causado um prejuízo de ao menos US$ 1,6 bilhão para a manufaturadora. Fontes anônimas ligadas à empresa de Tim Cook comentam que os dispositivos teriam apresentado problemas e falhas de fabricação, não tendo atingido os níveis de qualidade mínimos para serem comercializados.

Ainda não se sabe qual foi o modelo exato que teria sido recusado pela companhia. Embora muitos acreditem que se trate das primeiras unidades do possível próximo gadget desenvolvido pela empresa, o mais provável é que tenha sido apenas mais um lote dos modelos 4S ou 5, o que pode representar uma certa escassez desses produtos nas próximas semanas.

Cupons de desconto TecMundo: