Pré-venda do iPad, Oscar e iPhone multitarefa: nesta semana, a Apple deixou as brigas de lado e se concentrou no tapete vermelho. Sim, a premiação da Academia de Cinema trouxe Steve Jobs de terno e gravata em Hollywood e, com ele, algumas novidades em relação ao iPad. Confira o que aconteceu:A maçã vai ao Oscar

No último dia 7, as estatuetas douradas da grande festa do cinema foram distribuídas e Steve Jobs estava lá para presenciar. Para quem não sabe, o CEO da Apple é também responsável pela Pixar, uma das mais importantes indústrias de animação de Hollywood. A Pixar concorreu ao Oscar com o filme UP, Altas Aventuras e faturou dois prêmios: pela Melhor Animação e Melhor Trilha Sonora.

Steve Jobs e o time de UP

Crédito: APS

Vale mencionar outra vitória de Jobs nos tapetes vermelhos: o Final Cut, software da Apple para a edição de vídeos, foi utilizado na criação de boa parte dos documentários que concorreram à estatueta.

A Apple também aproveitou a audiência da TV para apresentar o primeiro comercial do iPad. O vídeo foca bastante no viés de e-book reader do tablet e mostra que o iPad vem para tornar a sua vida ainda mais fácil.

iBookstore

Preços na  iBookStore

Falando em livros, o comercial do iPad denunciou o valor dos e-books que serão vendidos na iBookStore. Com a captura de um quadro do vídeo, percebe-se que os livros mostrados custam entre US$8 e US$15. Pelo jeito, as inúmeras reuniões com editoras deram resultado!

Pré-venda do iPad

Começou hoje (dia 12) de manhã a pré-venda do tablet da Apple nos Estados Unidos. Os consumidores que quiserem garantir seu iPad poderão fazer uma reserva ou compra no site da empresa. O iPad será enviado ou poderá ser pego nas Apples Store norte americanas a partir do dia 3 de abril.

Pré-venda do iPad

Por enquanto, só está disponível o modelo Wi-Fi em seus três tamanhos: 16GB, 32GB e 64GB. Os aparelhos custam, respectivamente, US$499, US$599 e US$699. Alguns acessórios do produto também já estão à venda. Não há previsão para a chegada do iPad no Brasil.

Tethering no iPad

Com a versão Beta do SDK do iPad em mãos, um desenvolvedor australiano encontrou uma opção para ativar o tethering, função de modem 3G. Com essa possibilidade, muitos usuários ficaram empolgados, pois poderiam usar o 3G do iPod no iPad e vice-versa.

Tethering no iPad

A alegria, no entanto, durou pouco. Jezper Söderlund, um produtor musical sueco, resolveu tirar a história a limpo e enviou um email para ninguém menos que Steve Jobs. Em poucas linhas, perguntou se o tethering no iPad realmente seria possível. Curto e grosso, Jobs respondeu: "não".

iPad pode deixar apps básicos de lado

Os rumores sobre o iPad, que será lançado no próximo dia 3, não param. O rumor da vez é que o tablet não viria com alguns aplicativos básicos, como a calculadora, o gravador e o relógio. De acordo com um informativo oficial da Apple, o iPad traz 12 apps que foram desenhados especificamente para o tablet e rodará todos os 150 mil apps da App Store.

Doze aplicativos por padrão

A partir de uma das imagens divulgadas pela empresa, vê-se que os 12 aplicativos padrão são o Calendário, Contatos, Notas, Mapas, Vídeos, YouTube, iTunes, App Store, Safari, Mail, Fotos e iPod.

Microsoft elogia Apple

Por mais anormal que possa parecer, o título está correto. Em uma palestra na Universidade de Washington, Steve Ballmer, CEO da Microsoft, parabenizou a Apple pela App StoSteve Ballmerre. Segundo ele, Steve Jobs fez um "ótimo trabalho" e teve a grande sacada de possibilitar a comercialização dos trabalhos dos desenvolvedores.

Será que Redmond e Cupertino reataram seus laços ou foi apenas um comentário aleatório? Vale lembrar que esse aperto de mão entre as duas empresas já surpreendeu o mundo há algumas semanas, quando a Apple mencionou a possibilidade de trocar o mecanismo de busca padrão do iPhone para o Bing, buscador da Microsoft. Se as coisas continuarem assim, em breve Bill Gates será flagrado com um iPhone.

Cuidado! iPhone pode viciar

Quantos minutos você consegue sobreviver longe do seu iPhone? Pois é, uma vez acostumado ao smartphone da Apple, é difícil viver sem ele. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Stanford diz que o iPhone pode viciar. Foram entrevistados 200 estudantes. Dentre eles, 70% tinham um iPhone e 90% desses usuários se dizem dependentes do aparelho.

iPhone

O que vicia, na verdade, não é o aparelho, mas as possibilidades oferecidas por ele. No fundo, é a dependência por informação, por estar conectado o tempo todo e a par de tudo o que acontece no mundo. O iPhone é apenas um facilitador, que coloca o acesso à internet na palma da mão.

iPhone OS 4.0 poderá ser multitarefa

O papo de multitarefa no iPhone já rola há algum tempo. Porém, o boato de que ele, enfim, viria no iPhone SO 4.0 se intensificou nos últimos dias. Vale lembrar que o sistema operacional já é multitarefa, mas essa característica é exclusiva aos apps da Apple.

O multitarefa referente ao rumor consiste em tornar todo e qualquer app do iPhone passível de funcionar em multitarefa sem precisar do jailbreak. A explicação da Apple para a ausência do multitarefa até agora é que a característica compromete o desempenho da bateria. É esperar para ver!

Navegação por GPS 3D no iPhone

O AURA é um novo sistema de navegação por GPS que funciona em um ambiente tridimensional. Além do apelo visual, o sistema traz assistência por voz em mais de 20 idiomas, mapas superdetalhados, pontos de interesse e um banco wiki que faz papel de guia turístico, oferecendo coordenadas geográficas e informações sobre cidades.

A terceira dimensão valoriza as variações de relevo, paisagens e prédios. Os cálculos prometem ser de alta precisão, com sinalização de trânsito, radares e semáforos. O AURA também oferece uma espécie de minirrede social, que mostra a localização de seus contatos e permite a comunicação via mensagens de texto ou ligações.

App que mede radiação do celular é barrado pela Apple

Todo celular emite um certo nível de radiação, mas você já pensou em medi-lo? O Tawkon foi desenvolvido para colocar em números a quantidade de radiação a que você está exposto. Os dados são coletados conforme a sua localização e tempo de uso do aparelho.

Maçã radioativa

De acordo com a empresa, o objetivo do software não é fazer com que usuários deixem o smartphone de lado, mas desenvolvam uma consciência de que a radiação existe. Após um ano e meio de trabalho, o app foi rejeitado na App Store. O motivo? O Tawkon poderia "confundir alguns usuários". Até Steve Ballmer elogiou a App Store, mas as políticas de aprovação de software realmente deixam a desejar.

Steam no Mac é confirmado

 

Steam chega ao  pomar

Os indícios se confirmaram e a Valve confirmou o Steam no Mac. O sistema começa a funcionar já em abril e traz títulos como o Left 4 Dead 2, Team Fortress 2, Counter-Strike e Portal, além da série Half-Life. Outros jogos deverão ser anunciados em breve e a intenção é que a grande maioria dos games disponíveis para o Windows possam ser jogados também no Mac.

Novo Mac Pro?

Estava demorando para que novos rumores a cerca dos computadores Apple surgissem. Nesta semana, uma fonte sigilosa confirmou que o desktop Mac Pro vai ganhar um processador Core i7-980x com seis núcleos. Ainda de acordo com o anônimo, a atualização acontecerá na próxima terça-feira, dia 16.

Intel Core i7

Algumas horas depois de liberar o boato, surgiu mais uma possibilidade de atualização. Outra fonte confirma que os MacBooks Pro também entraram na dança, ganhando novos processadores Intel Core i7.

iPoud touch sai por R$600

As revendas autorizadas Apple no Brasil baixaram o preço do iPod touch mais uma vez. O gadget com 8GB de armazenamento que custava R$680, fica por R$600 até o dia 22 de março. O modelo tem uma capacidade reduzida em comparação aos outros modelos que comportam até 32GB e 64GB. O desempenho gráfico também é inferior.

Não se pode dizer que essa é uma promoção imperdível, mas é uma boa chance para comprar seu iPod touch e pular de cabeça no mundo da App Store.

Maçã Podre: ex-CEO da Sun foi ameaçado por Steve Jobs

Steve Jobs está longe de ser santo e isso todo mundo sabe. De aSchwartz, ex-ceo da   Suncordo com um texto publicado por Jonathan Schwartz, ex-CEO da Sun, Steve Jobs o teria ameaçado há cerca de sete anos. O relato veio à tona devido às brigas por patentes com a Nokia e, mais recentemente, com a HTC.

Schwartz afirma que o CEO da Apple o ameaçou depois de ver um protótipo de computador Linux chamado Project Looking Glass. O desktop, segundo Jobs, estaria fazendo uso de algumas patentes pertencentes a Cupertino.

"Steve Jobs ligou para meu escritório e disse que os gráficos do Project Looking Glass faziam uso indevido da propriedade intelectual da Apple. Se não desistíssemos do projeto, seríamos processados.", conta o ex-CEO da Sun.

Tudo o que Schwartz fez foi lembrar Jobs sobre as várias patentes da Sun que a Apple estava utilizando. Em seu texto, o ex-CEO da Sun finaliza: "Steve ficou mudo".

Chega por hoje e semana que vem tem mais! Até lá!

Cupons de desconto TecMundo: