(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Os consumidores chineses vêm sofrendo há algum tempo com as políticas de garantia dos produtos da Apple. Enquanto as leis chinesas obrigam as empresas a oferecerem suporte por, pelo menos, dois anos, os aparelhos da Maçã apresentavam apenas um ano de garantia. Isso acabou gerando uma série de problemas para os compradores, que acabavam presos às leis da empresa norte-americana.

Agora, Tim Cook (o CEO da Apple) revelou um pedido de desculpas público ao mercado chinês. Ele assume a culpa pelo ocorrido e informa também que vai haver uma série de mudanças nas regras de atendimento aos consumidores. Confira agora quais são as principais ações que serão tomadas pela empresa de Cupertino em relação às garantias na China:

  • Melhorias nas políticas de reparo do iPhone 4 e iPhone 4S;
  • Criação de uma clara e concisa explicação sobre as políticas de reparos, diretamente no site da empresa;
  • Melhorar e intensificar a supervisão e treinamento dos serviços autorizados de manutenção;
  • Facilitar os sistemas de contato pelo serviço de feedback da Apple.

Essa é a segunda vez que Tim Cook vai a público para se desculpar sobre algo relacionado à Apple — a primeira foi em relação ao serviço de mapas do iOS 6.

Cupons de desconto TecMundo: