(Fonte da imagem: Reprodução/iTunes)

Embora a previsão inicial fosse de que a iBookstore chegaria ao território brasileiro em maio deste ano (acompanhando o lançamento do novo iPad), questões burocráticas fazem com que seja impossível saber a data em que isso vai acontecer. Embora a Apple esteja disposta a inaugurar o quanto antes sua loja de livros virtuais no Brasil, a intenção de vender os downloads em Real estariam gerando problemas de ordem tributária.

“A vantagem será que o consumidor brasileiro não precisará ter um cartão de crédito com endereço americano para comprar iBooks, mas ainda precisará de um cartão internacional. A distribuidora Xeriph continua sendo a parceira no Brasil, mas nem ela nem a Apple se manifestam sobre o assunto”, afirma Raquel Cozer em sua coluna Painel das Letras, do jornal Folha de São Paulo.

Isso significa que a iBookstore deve funcionar em um sistema semelhante ao da versão brasileira da Apple Store. Embora os valores mostrados sejam em moeda nacional, na prática as compras são feitas em dólar, o que significa o pagamento de 6% de IOF sobre os produtos adquiridos.

Mesmo com todos os problemas enfrentados, a Apple espera a loja de e-books no Brasil ainda este semestre. A exigência do uso de um cartão de crédito internacional deve contribuir para limitar a abrangência do sistema no país, já que muitas pessoas ainda não dispõem desse método de pagamento.

Fontes: Revolução E-Book, Painel das Letras

Cupons de desconto TecMundo: